sábado, 24 de junho de 2017

Ainda na incerteza, Ganso espera para conversar com novo técnico do Sevilla

Paulo Henrique Ganso ainda vive um limbo na Espanha. A saída de Jorge Sampaoli do Sevilla para dirigir a seleção da Argentina foi uma boa notícia para o meia brasileiro. Mas ele não teve ainda nenhum contato com também argentino Eduardo Berizzo, contratado para comandar a equipe.Segundo o diretor esportivo Óscar Arias, o novo treinador chegou para dar continuidade ao trabalho do antecessor, o que não é música para os ouvidos do brasileiro. A reportagem tentou contato com Berizzo, mas não conseguiu falar com ele, que se credenciou para o Sevilla pelo trabalho realizado no Celta de Vigo, também da Espanha, semifinalista da última Liga Europa. O próprio sucessor disse ter “mais semelhanças do que diferenças com Sampaoli”.
“O Paulo também não [falou com Berizzo]. Ele ainda não teve nenhum contato com o técnico”, disse o empresário do jogador, Giuseppe Dioguardi.
Um empresário argentino amigo de Berizzo disse à reportagem acreditar que o meia brasileiro terá dificuldade para continuar no Sevilla porque Berizzo e Sampaoli compartilham a mesma visão de futebol e já conversaram sobre o elenco que vai receber no Sevilla.
O plano de Ganso, se Sampaoli deixasse o clube, era continuar. Se seu desafeto ficasse, ele pediria para ser negociado. Diante do impasse na situação, Valencia (ESP) e Galatasaray (TUR) enviaram propostas ao Sevilla pelo armador. Ambas foram rejeitadas.
Para Paulo Henrique, isso sinalizou a intenção do Sevilla em lhe dar chances de jogar na próxima temporada. Ele tem mais quatro anos de contrato com o clube.
O armador já foi procurado por cinco times brasileiros, interessados em repatriá-lo. A resposta foi negativa. Ganso colocou na cabeça que precisa dar certo na Europa e vê nisso o caminho para voltar a ser considerado para a seleção brasileira. Ele disse não ter a intenção de retornar depois de um ano em que pouco atuou no futebol espanhol.
Contratação pedida por Sampaoli, Ganso caiu em desgraça com o treinador após uma sequência de partidas em que não foi escalado. O brasileiro foi à sala do chefe para questionar sua omissão. O argentino não gostou da atitude do atleta. A partir dali, o deixou de lado. Chegou a nem relacioná-lo para o banco de reservas em várias rodadas do campeonato nacional. Para a família de Paulo Henrique, a intenção do técnico era fazer o jogador explodir em um alto de rebeldia que justificasse seu afastamento definitivo.
Ganso ficou quatro meses sem jogar, até que voltou em abril marcando dois gois contra o Granada. Depois disso, atuou apenas mais três vezes. Uma como titular. Fez 16 partidas na temporada. Apenas uma pela Liga dos Campeões da Europa, o torneio mais importante da Europa.
Vendido pelo São Paulo por R$ 34 milhões em 2016, ele realizou o antigo sonho de jogar na Europa. Pelo Santos, onde ficou entre 2008 e 2012, mais de uma vez tentou cavar saída para o exterior, o que não aconteceu.


FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário