quinta-feira, 20 de abril de 2017

Monaco vence Borussia novamente e mantém vivo sonho da Champions

O Monaco avançou às semifinais da Liga dos Campeões ao vencer por 3 a 1 o Borussia Dortmund (6-3 no placar agregado), nesta quarta-feira no estádio Louis II da capital do Principado.

Kylian Mbappé, aos 3 minutos de jogo, o colombiano Radamel Falcao, aos 17, e Valère Germain, aos 36 do segundo tempo, marcaram os gols da equipe francesa, enquanto o gol de honra do time alemão foi anotado por Marco Reus, aos 3 minutos da segunda etapa.
O Monaco se junta assim a Real Madrid, Atlético de Madri e Juventus, que nesta quarta eliminou o Barcelona (3-0, 0-0), nas semifinais da Liga do Campeões. O sorteio dos confrontos da próxima fase será realizado nesta sexta-feira.
O clube monegasco se tornou o primeiro time francês a avançar às semifinais da maior competição de clubes da Europa desde o Lyon, em 2010.
A partida foi marcada pelos incidentes da semana passada, na Alemanha, onde a partida de ida precisou ser adiada devido à explosões que atingiram o ônibus do Borussia Dortmund, o que deixou o zagueiro expanhol Marc Bartra ferido no braço.
Nesta terça-feira, o duelo também sofreu um atraso de cinco minutos, mas foi devido ao "intenso trânsito" que atrasou a viagem até o estádio da equipe alemã, segundo a Uefa.
Antes do apito inicial, a torcida francesa quis homenagear o Borussia cantando o famoso "You'll never walk alone", tradicional hino pré-jogo da torcida do clube alemão.
Todos esses acontecimentos pareceram afetar o Borussia, que com três minutos já sofreu o primeiro gol, em forte chute do lateral-esquerdo Benjamin Mendy que o goleiro suíço Roman Burki espalmou. No rebote, Mbappé pegou de primeira e marcou seu quinto gol nesta edição da Champions.
O Borussia, que precisava de três gols para forçar uma prorrogação, reagiu e teve claras chances de marcar, mas, na primeira delas, um chute à queima-roupa de Marco Reus foi defendido pelo goleiro croata Danijel Subasic, aos 10 minutos, e, na segunda, o turco Nuri Sahin acertou o travessão francês em bela cobrança de falta, aos 13.
Contudo, o Monaco se mostrou letal no contra-ataque e em outra jogada de Mendy pela esquerda Falcao apareceu para cabecear com força, fazendo 2 a 0 no placar.
Apesar do Monaco passar a impressão de que poderia construir uma goleada a cada vez que chegada ao ataque, o técnico do Borussia, Thomas Tuchel, colocou em campo o jovem francês Ousmane Dembelé antes da meia-hora de jogo, consciente de que precisava buscar gols.
- Falta de profundidade -
A entrada do francês deu mais posse de bola ao Borussia, mas esse domínio não se traduziu em oportunidades de gol até o intervalo, salvo outra falta cobrada por Reus que Subasic defendeu sem problemas (40).
O capitão alemão finalmente encontrou o caminho do gol aos 3 minutos do segundo tempo, após linda jogada de Dembelé pela ponta direita.
Com o gol, a partida ficou extremamente aberta e as duas equipes se agrediram em buscas de gols, deixando o jogo muito atraente para o público.
O Monaco acabou se mostrando um pouco mais perigoso, graças ao enorme talento de seu quarteto ofensivo, com o francês Thomas Lemar e o português Bernardo Silva apoiando Mbappé e Falcao. Os dois atacante perderam chances cara a cara com Burki aos 20 e 24 minutos, respectivamente.
Nos minutos finais, Reus teve a chance de empatar em chute que passou perto do gol francês, mas quem acabou definindo o jogo foi Germain, que tinha acabado de entrar em campo no lugar de um cansado Mbappé e finalizou com categoria um rápido contra-ataque.

FONTE - O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário