terça-feira, 11 de abril de 2017

DEMITIDO - 250 dias depois de trocar São Paulo por seleção argentina, Bauza é demitido

Edgardo Bauza não é mais o técnico da seleção argentina. O treinador de 59 anos foi demitido nesta segunda-feira pela AFA
(Associação de Futebol da Argentina), exatos 250 dias após ter sido anunciado como dono do cargo.

O comunicado foi feito pelo presidente da AFA, Claudio Tapia. Uma coletiva de imprensa está programada para esta terça-feira, quando os detalhes serão explicados, segundo informações do diário Olé e do jornal Clarín.

O nome do substituto ainda não foi divulgado, mas Tapia embarcará para a Espanha para resolver o assunto. A primeira parada deve ser em Barcelona, para conversar com Messi. Depois, seguirá para Sevilla, onde oferecerá o cargo para Jorge Sampaoli. A expectativa de todos é que o treinador aceite o cargo.

A má fase da seleção, o risco de não se classificar para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e a forte pressão contra Bauza acabaram por encerrar o ciclo dele na equipe.

Ex-São Paulo, Bauza assumiu a Argentina no dia 1º de agosto do ano passado. Foi contratado após Gerardo Martino pedir demissão por conta do vice-campeonato na Copa América do Centenário, com derrota nos pênaltis para o Chile, nos EUA.
Bauza pegou a Argentina na terceira colocação da eliminatória sul-americana, com 11 pontos em seis jogos. Oito jogos depois a equipe somou os mesmos 11 pontos, mas em 24 possíveis. Foram três vitórias, dois empates e três derrotas (Brasil, Paraguai e Bolívia).

Com isso, Albiceleste caiu para a quinta colocação, ainda na zona de respecagem e, portanto, com chance de disputar uma vaga na Copa do Mundo. Mas a fase preocupa.

O jornal argentino "La Nación" dedicou uma reportagem à situação da Argentina após a derrota para a Bolívia por 2 a 0, na última terça-feira, e disparou críticas a Bauza.

A publicação fez um comparativo com Tite, que assumiu a seleção brasileira no mesmo tempo em que Bauza pegou a Argentina. Na época, a equipe canarinho estava na sexta colocação, fora da zona de classificação ao Mundial, com nove pontos. Mas o ex-técnico do Corinthians comandou uma reviravolta, com oito vitórias em oito jogos e hoje sua equipe lidera a eliminatória e, com quatro rodadas para acontecer, já está na Copa da Rússia.

Provável substituto, Sampoli treinou a seleção chilena de 2012 a 2016 e inclusive venceu a Copa América Centenário diante da Argentina, encerrando a era Martino e iniciando a Bauza.


FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário