sábado, 8 de abril de 2017

CLUBES - Clubes devem ser liberados para jogar fora de seus estados no Brasileirão

Flamengo x Vasco - Mané Garrincha

Há uma articulação em curso com o objetivo de derrubar dois pontos do Regulamento Específico do Campeonato Brasileiro de 2017. 
Um deles é a proibição aos clubes mandarem suas partidas fora do seu estado de origem.
O outro é o veto a grama sintética. 

A proibição de que clubes joguem fora de seus estados foi
uma bandeira levantada pelo Atlético-MG no último congresso técnico do Campeonato Brasileiro. O que moveu o Galo foi o fato de o América-MG ter levado seu jogo contra o Palmeiras para Londrina, local onde há forte presença de palmeirenses. 


A medida também impede, por exemplo, que o Flamengo mande jogos em locais fora do Rio nos quais passou a jogar com frequência, como Cariacica (ES) e Brasília. O Mané Garrincha (foto), por exemplo, ficaria praticamente sem uso, o que levou a protestos de autoridades locais. 

O plano em discussão é permitir que clubes joguem fora de seus estados (caso do Flamengo, por exemplo), mas impedir que haja claramente a venda ou inversão do mando de campo (caso do América-MG e, mais recentemente, do Linense no Campeonato Paulista).

Outra medida que está prestes a ser derrubada é o veto ao uso de grama sintética – que está liberada para 2017 e proibida a partir de 2018. A ideia é que o piso seja liberado de vez. 


FONTE -G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário