terça-feira, 18 de abril de 2017

América-RN corre contra o tempo para montar equipe até a estreia na Série D

O América-RN tem cerca de 40 dias até a estreia na Série D do Campeonato Brasileiro. Até lá, a diretoria e o técnico Leandro Campos, que
se apresentou ao novo clube nesta segunda-feira e já comandou uma atividade com os jogadores no CT Abílio Medeiros, em Parnamirim, correm contra o tempo para montar o grupo que vai disputar a quarta divisão nacional. Após a "faxina" com a saída de 11 jogadores, mais dois estão deixando o clube: o goleiro Vinicius e o volante Memo. Com uma lista entregue ao grupo de futebol, o tre

inador quer se entrosar o mais rápido com o atual grupo e espera que as contratações sejam feitas com agilidade.
Questionado se o período de preparação é suficiente até a estreia contra o Murici, no dia 21 de maio, na Arena das Dunas, enfatizou que terá tempo suficiente se tiver todos os jogadores à disposição.
- É suficiente. Quando se faz uma pré-temporada, muitas vezes é até por menos tempo. O grande problema do América-RN não é o tempo, mas as contratações. Nós temos que usar a velocidade para que esses atletas possam estar o mais rápido possível conosco para que a gente possa aproveitar bem esse tempo à disposição - contou Leandro Campos.Na Série D, o Mecão está inserido no grupo A9, ao lado do baiano Jacobina, do alagoano Murici e do Sergipe. Para chegar à final da competição, prevista para o mês de setembro, a equipe americana precisará enfrentar quatro fases classificatórias, ou o "mata-mata". Para conquistar o primeiro passo, que será garantir a classificação na fase de grupos e avançar à segunda fase, Leandro Campos fez um raio x dos adversários, dos problemas que deve enfrentar jogando fora de Natal, como gramados com condições precárias, mas reforçou a confiança no trabalho que vai desenvolver no Alvirrubro.
- Nós fizemos um acompanhamento do Campeonato Baiano e o Jacobina não foi bem. É lógico que agora o time vai ter naturalmente um incremento de condições e eles podem entrar mais fortes do que foram no estadual. Em relação ao Murici, pode-se dizer que é uma experiência nova, porque fazia tempo que eles não participavam da Série D. É uma equipe que conhecemos do Campeonato Alagoano. É difícil jogar lá em Murici, até por questões do gramado e a equipe é muito aguerrida em casa. Em relação ao Sergipe, eu disputei o Campeonato Sergipano ano passado e conheço praticamente todos os atletas. O Sergipe não está ainda com uma definição em relação à formatação de grupo, porque não está bem no estadual e está até com dificuldades de classificação. É natural que eles façam modificações, como já estão começando a fazer. Eu penso que o América-RN tem a obrigatoriedade da passagem de fase. É lógico que vamos respeitar os adversários como respeitamos todos os outros. Temos que ambicionar, em primeiro plano, essa passagem de fase que será fundamental para concluir o projeto, que é o acesso - planejou o treinador americano - completou.


FONTE - G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário