quinta-feira, 9 de março de 2017

LIBERTADORES - Palmeiras joga 70 minutos com um a menos, mas arranca empate na Argentina em estreia na Libertadores

Mesmo jogando quase a partida inteira com um atleta a menos, o Palmeiras começou
a Libertadores 2017 arrancando um empate por 1 a 1 com o Atlético Tucumán-ARG, nesta quarta-feira, pela 1ª rodada do grupo D, em San Miguel de Tucumán, na Argentina.
A equipe alviverde viu o zagueiro Vìtor Hugo ser expulso logo aos 20 da primeira etapa, depois de levar dois cartões amarelos em lances seguidos. Com isso, o técnico Eduardo Baptista teve que mexer cedo no time, tirando Michel Bastos e colocando Antônio Carlos.
Para piorar para os brasileiros, Zampedri abriu o placar para o clube da casa logo depois, em jogada dividida com Edu Dracena, para fazer a torcida local explodir.
O time brasileiro, porém, soube controlar a pressão, colocou a cabeça no lugar e alcançou o empate por meio de Keno, que completou passe de cabeça de Thiago Santos após Dudu levantar na área uma cobrança de falta da intermediária.
No segundo tempo, a partida caiu de ritmo e teve poucas chances de gol. Meléndez desperdiçou boa oportunidade para os argentinos logo na volta do intervalo, enquanto Borja e Dudu por muito pouco não deram a vitória aos palestrinos depois.
Destaque, aliás, para a calma dos visitantes fora de casa: no segundo tempo, foram só duas faltas palmeirenses, enquanto Felipe Melo só fez uma a partida inteira.
Com o resultado, os dois times dividam a 2ª colocação da chave 5. O líder é o Jorge Wilstermann-BOL, que na terça-feira goleou o lanterna Peñarol por 6 a 2.
Na próxima rodada, o Palmeiras pega o Jorge Wilstermann-BOL, quarta, às 21h45 (de Brasília), no Allianz Parque. No dia seguinte, o Tucumán visita o Peñarol-URU, às 21h.
  • Vítor Hugo expulso, gol e empate
Apesar da pressão da torcida, o Palmeiras começou bem a partida, controlando o Tucumán e tocando a bola para tentar chegar ao gol, com Keno, Dudu e Michel Bastos alternando posições e só o centroavante Borja  fixo à frente, Thiago Santos e Felipe Melo na retaguarda e a linha defensiva Jean, Edu Dracena, Vítor Hugo e Zé Roberto.
Aos 17 minutos, porém, Vítor Hugo levou cartão amarelo ao parar contra-ataque puxado por Zampedri. No lance seguinte, o "Verdão" quase abriu o placar, depois de ótima jogada de Keno pela esquerda. Ele rolou para Borja, que foi titular pela primeira vez no time paulista, e o matador bateu de chapa, mas o goleiro Lucchetti fez grande defesa.
Logo na sequência, Vítor Hugo fez outra falta em Zampedri e foi expulso pelo árbitro Mario Díaz de Vivar, deixando o Palmeiras com um a menos. Para piorar, logo na sequência, Evangelista cruzou, Zampedri, o atleta mais perigoso dos argentinos, dividiu com Edu Dracena e acabou encobrindo Fernando Prass.
O time brasileiro sentiu o baque e viu o clube da casa controlar os minutos seguintes, empurrado por mais de 30 mil torcedores no Monumental José Fierro. Em chutes de longe, o Tucumán testou Fernando Prass e colocou o goleiro para trabalhar com intensidade.
Mas a equipe do Palestra Itália colocou a cabeça no lugar e aos poucos foi se impondo tecnicamente. Aos 32 minutos, Borja recebeu pela esquerda e chutou colocado, mas Lucchetti fez mais uma grande defesa, impedindo o empate dos visitantes.
O gol foi ficando maduro e saiu aos 40. Após sofrer falta na intermediária, Dudu levantou na área, Thiago Santos desviou e Keno, no segundo pau, completou com o pé para as redes. Na comemoração, deu um forte abraço no técnico Eduardo Baptista.
E o "Verdão" só não terminou o primeiro tempo na frente porque Lucchetti fez mais uma grande intervenção depois de cabeçada de Felipe Melo, após mais um cruzamento.
  • Borja e Dudu desperdiçam as chance da virada
Na segunda etapa, os anfitriões voltaram melhores e criaram duas boas chances. A melhor delas foi um chute do perigoso atacante Menéndez, que passou perto do travessão.
A resposta palestrina veio só aos 15 minutos, quando Dudu foi costurando a marcação albiceleste e enfiou ótima bola para Borja. Em ótima posição, o colombiano bateu mal e mandou para fora.
Buscando a vitória, os treinadores fizeram suas substituições.
No Tucumán, Pablo Lavallen trocou o camisa 10, González, por Mendoza, e tirou o volante Acosta para colocar o atacante Méndez para tentar agredir.
Já no Palmeiras, Baptista foi obrigado a tirar Keno, que fazia boa partida, mas sentiu cãibras. Em seu lugar, entrou Róger Guedes para dar velocidade pela direita.
No entanto, as mudanças não surtiram muito efeito, e o ritmo da partida caiu bastante, com muitos passes errados no meio-campo e chances de gol cada vez mais raras.
Num dos poucos momentos em que ameaçou, Dudu perdeu mais uma boa chance de decretar a virada brasileira, depois que Jean cruzou da direita e o camisa 7 não alcançou por pouco, com o goleiro Lucchetti já batido no lance. Assim, o jogo ficou no 1 a 1.
Palmeiras Posado Atletico Tucuman Libertadores 08/03/2017
© WALTER MONTEROS/AFP/Getty Images Palmeiras Posado Atletico Tucuman Libertadores 08/03/2017

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO TUCUMÁN-ARG 1 x 1 PALMEIRAS

Data: 8 de março de 2017, quarta-feira
Local: Estádio Monumental José Fierro, em San Miguel de Tucumán (ARG)
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milcíades Saldivar (ambos do PAR)
Cartões amarelos: Di Plácido e Bianchi (TUC); Fernando Prass, Thiago Santos e Vítor Hugo (PAL)
Cartões vermelhos: Vítor Hugo (PAL)

GOLS
ATLÉTICO TUCUMÁN: Zampedri, aos 25 minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Keno, aos 40 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO TUCUMÁN: Lucchetti; Di Plácido, Bianchi, Canuto e Evangelista; Aliendro (Rodríguez), Acosta, Leyes e González (Mendonza); Menéndez e Zampedri Técnico: Pablo Lavallén
PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vítor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos e Felipe Melo; Keno (Róger Guedes), Dudu e Michel Bastos (Antônio Carlos); Borja (Willian) Técnico: Eduardo Baptista

COM INFORMAÇÕES DO MSN

FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário