domingo, 5 de fevereiro de 2017

PAULISTÃO - Audax x São Paulo: o que esperar da estreia do time de Ceni no Paulistão

Rogério Ceni São Paulo x River Plate (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)Há mais de dois meses o torcedor do São Paulo se pergunta como será o time treinado pelo seu maior ídolo. Maior atração da equipe no Campeonato Paulista, Rogério Ceni dará neste domingo, às 17h, contra o Audax, na Arena Barueri, seu pontapé inicial na nova carreira. A expectativa, que já era grande no ano passado, aumentou depois do título do Torneio da Flórida – duas vitórias nos pênaltis após empates sem gols com
River Plate e Corinthians – e dos elogios dos jogadores a treinamentos diferentes e inovadores, montados em conjunto com a comissão técnica, especialmente o auxiliar inglês Michael Beale.
O Tricolor ainda deverá receber alguns reforços, espera pela recuperação total de Lucas Fernandes, pela volta dos garotos da Seleção sub-20 e por uma compreensão total do grupo sobre o que Rogério Ceni espera. Mas alguns conceitos podem ser adiantados, e o técnico espera vê-los aplicados a partir deste domingo. São eles:
AO ATAQUE
Em todas as entrevistas dadas até hoje, desde que assumiu o comando do São Paulo, Rogério Ceni falou em atacar. Com todos os sinônimos possíveis: jogar pela vitória, agredir, buscar o gol, ter postura ofensiva. A ideia está clara, a questão é a aplicação. No Torneio da Flórida, o panorama do ano passado se repetiu: uma defesa forte, um ataque ineficaz na finalização.
Porém, em alguns momentos, a criação foi muito fértil. No primeiro tempo contra o River Plate, o time perdeu dezenas de chances claras. Até mesmo um pênalti. Ter velocidade e objetividade com a bola nos pés, ou seja, chegar rapidamente até perto da área do adversário, é a meta.
campinho São Paulo estreia Paulistão (Foto: Arte: GloboEsporte.com)
SISTEMA QUE MUDA DURANTE O JOGO
Rogério Ceni deve começar a sua carreira de técnico com o 4-1-4-1, com alternâncias para o 4-3-3 quando tem a bola, com os avanços dos homens abertos, Wellington Nem e Luiz Araújo, muito provavelmente. Mas durante a pré-temporada também foi testada uma linha de três defensores, com quatro no meio e três à frente.
A peça-chave nessa mudança é Rodrigo Caio. Quando ele estiver à frente dos dois zagueiros, o esquema será o 4-1-4-1. Nesse caso, ele executa função semelhante à de Casemiro no Real Madrid e na seleção brasileira. O exemplo foi dado pelo próprio Rogério Ceni.
Quando a ideia for variar para o 3-4-3, Rodrigo Caio recua para ficar entre os zagueiros, os laterais avançam para se alinharem aos volantes, e os atacantes abertos se aproximam do centroavante (movimentação nas setas do campinho ao lado), que, na estreia deste domingo, deverá ser o argentino Chavez.
Rodrigo Caio São Paulo x Boca Raton (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)
PRESSÃO NO ADVERSÁRIO
Não haverá um jogador do Audax livre com a bola, sem ser rapidamente combatido por um são-paulino. É isso que Rogério Ceni quer ver neste domingo e em todos os jogos daqui para frente. Essa foi uma das características mais marcantes do Torneio da Flórida. A atitude de marcação da equipe chamou atenção: agressiva, com pegada. Esse é um dos aspectos de se jogar com intensidade, palavrinha da moda do futebol moderno.
É possível que em alguns momentos essa pressão comece já no campo de ataque, na saída de bola do adversário. Vale observar se isso será executado diante do Audax, equipe que tem por filosofia sair com bola no chão, sem bicão, e mais acostumada a fugir desse tipo de armadilha.
Cueva São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)Cueva é o principal homem de criação do São Paulo: muito vertical (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)
POSSE DE BOLA
Rogério Ceni quer que seu time tenha a bola por mais tempo do que o adversário. Isso ainda precisa ser aprimorado. Nos jogos do Torneio da Flórida, o time foi vertical demais, com Thiago Mendes e Cueva sempre em direção ao gol. Isso pode acelerar o ataque, mas também acaba colocando em risco a posse de bola. Não foi um time de trocar passes no meio-campo.
Quem pode ser importante nesse aspecto é Cícero, meio-campista que deve começar no banco neste domingo. Com uma característica de jogo diferente, ele é um "cadenciador" com capacidade de fazer a bola girar mais.
JOGADAS PELOS LADOS
Wellington Nem, pela direita, e Luiz Araújo, do lado esquerdo, deverão ser responsáveis por muitas jogadas no ataque do São Paulo. A velocidade deles na saída de bola é um dos trunfos do técnico para tentar produzir chances de gol. Por isso ele lamentou a saída de David Neres. Ceni quer quatro jogadores com essas características no grupo, para poder trocar a todo instante, já que é uma posição que causa desgaste físico.
Hoje, o único reserva é Neilton, mas Shaylon, Cueva e Wesley também podem atuar no setor.
Veja as informações da estreia do São Paulo no Paulistão:
Próximo adversário: Audax
Local: Arena Barueri, em Barueri
Data e horário: domingo, às 17h (de Brasília)
Escalação provável: Sidão; Bruno, Maicon, Douglas e Buffarini; Rodrigo Caio; Thiago Mendes, Cueva, Luiz Araújo e Wellington Nem; Chavez. 
Desfalques: Lucas Fernandes (em fase final de recuperação e não inscrito), Lucas Perri e Lyanco (na seleção sub-20 e não inscritos)
Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araujo, auxiliado por Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Transmissão: Premiere e Premiere HD (com Milton Leite e Luiz Ademar)
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 16h
COM INFORMAÇÕES G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário