sexta-feira, 25 de novembro de 2016

FUTEBOL - STJD mantém pena ao Corinthians por tumulto no Maracanã; Fla é absolvido

Corinthians e Flamengo voltaram aos tribunais do STJD nesta quinta-feira para um novo julgamento das situações extracampo ocorridos na última partida entre as duas equipes no Maracanã, em jogo do Campeonato Brasileiro.
O Timão teve sua pena mantida pela confusão envolvendo sua torcida e a Polícia Militar, porém, conseguiu a redução da multa aplicada. Já o Rubro-Negro foi absolvido tanto da sanção financeira quanto da pena que obrigava a redução da carga de ingressos.
Assim como aconteceu no julgamento em primeira instância, o Pleno decidiu que o Corinthians seguirá com uma pena de cinco jogos tendo o setor Norte da Arena de Itaquera fechado e outras cinco partidas sem poder ter torcedores em jogos como visitante. Além disso, a equipe paulista segue proibida de disponibilizar ingressos para torcidas organizadas.
Com a decisão final do STJD, o Corinthians seguirá com o setor Norte fechado para a partida diante do Atlético-PR, neste sábado, na Arena de Itaquera. O jogo da penúltima rodada do Campeonato Brasileiro é fundamental na luta das duas equipes por uma vaga na próxima Copa Libertadores.
O Alvinegro, no entanto, conseguiu reduzir a multa inicial de R$50 mil para R$20 mil. O motivo para a sanção à equipe paulista foi uma briga envolvendo os torcedores e a Polícia Militar, resultando na detenção de 31 pessoas após o final da partida.Já o Flamengo conseguiu a absolvição da aplicação de uma multa de R$20 mil e da proibição de vender 20% de seus ingressos em um jogo como mandante no Campeonato Brasileiro. Com isso, o Rubro-Negro poderá ter carga máxima de bilhetes no Maracanã para a partida diante do Santos, no próximo domingo.
A equipe carioca havia sido denunciada por dois motivos. Primeiramente por um copo que foi atirado no gramado por um torcedor e que acabou atingindo o meia Marquinhos Gabriel, do Corinthians. A segunda denúncia foi também por conta da briga da torcida do Timão, pois entendeu-se que, como mandante da partida, o Flamengo não tomou medidas suficientes para inibir a confusão.
No novo julgamento desta quinta-feira, porém, ficou entendido que não houve falha por parte do Flamengo em relação à segurança no estádio. Já no caso do copo atirado no gramado, o Rubro-Negro foi isentado de culpa pois os torcedores autores da ação foram devidamente identificados após o jogo.


COM INFORMAÇÕES MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário