quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Na pressão, Ceará vira partida contra o Londrina e avança na Copa do Brasil

Foi no último lance da partida, mas o Ceará conseguiu bater o Londrina por 2 a 1, de virada, nesta quarta-feira, 21, no Estádio do Café e avançou para a terceira fase da Copa do Brasil. Juninho e Arthur marcaram os gols do alvinegro, que fez do segundo tempo um jogo de ataque contra defesa. 

O resultado rendeu mais 1,4 milhão de reais aos cofres de Porangabuçu. Na próxima etapa do torneio o Ceará vai encarar o Atlético Paranaense, protagonizando um duelo de Série A do Campeonato Brasileiro. 

O veterano Germano foi um personagem importante da partida. Além de perder um pênalti quando o Londrina vencia por 1 a 0, com gol irregular, tomou dois cartões amarelos e deixou o Tubarão com um homem a menos na segunda etapa. 

O Jogo

O Ceará conseguiu ser superior o jogo todo, mesmo com a marcação forte imposta pelo Londrina na primeira etapa, começando do meio campo e se intensificando à medida que os jogadores alvinegros se aproximavam da grande área. Por várias vezes as investidas do Vovô foram destruídas logo após a bola passar das linhas que delimitavam a área de defesa do time paranaense.

As saídas eram arriscar de fora da área ou apostar em cruzamentos e o Ceará investiu nisso, mas as finalizações não tinham qualidade. O goleiro César também tinha seus méritos, defendendo quando era exigido. O Londrina atacava com bolas longas, quase sempre buscando Carlos Henrique e algumas vezes Miullen. Marcinho era o único do Tubarão que tentava arrancadas.

Numa das escapadas do Londrina, aos 25, Carlos Henrique recebeu em posição irregular na grande área e bateu no canto esquerdo de Everson para abrir o placar. O gol não abateu o Ceará, que teve chance de empatar com Wescley, dois minutos depois, mas desperdiçou.

Os donos da casa poderiam ter dificultado a partida para o Vovô aos 41 minutos, quando num ataque do Londrina a bola pegou na mão de Richardson e o árbitro marcou pênalti. O veterano Germano cobrou e mandou para fora. A falha serviu como injeção de ânimo para o Alvinegro, que tentou o empate antes do intervalo, mas não conseguiu.

Na segunda etapa, entretanto, o jogo foi praticamente ataque contra defesa. O Ceará se mandou ainda mais para o ataque e empurrou o Londrina contra a parede. A marcação do Tubarão já não funcionava mais. Andrigo, Felipe Azevedo, Elton, Pio e Juninho, no entanto, continuavam a errar nas finalizações. 

O empate só saiu aos 22 minutos, de bola parada. Juninho, que não fazia boa partida, cobrou falta com a perna direita e balançou a rede de César. Em dois lances, o Londrina perdeu a referência do meio campo, Germano, expulso após levar dois amarelos. Chamusca aumentou a pressão lançando Luidy e Roberto a campo. Os paranaenses se seguravam como podiam e esperavam por uma bola para tentar um gol surpresa. Não aconteceu.

O comandante alvinegro não aceitou as penalidades, que era para onde o jogo se encaminhava e lançou Arthur aos 40. Oito minutos depois, após cobrança de escanteio de Rafael Carioca, o jovem atacante subiu e cabeceou para virar a partida e classificar o Ceará. 

FONTE: O POVO
FONE: 34121595 FIXO -  (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ 
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário