quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Fortaleza: fora da Copa do Nordeste 2018, Copa do Brasil é meta obrigatória

O ruim desempenho do primeiro semestre deste ano tirou o Fortaleza da Copa do Nordeste da próxima temporada. De cara, além do prestígio, são cerca de R$ 900 mil reais que não serão
ganhos pelo clube só de cota pela participação da primeira fase, além das rendas e, evidente, da possibilidade de avançar na competição e gerar mais receita.
A entrada na Copa do Brasil, portanto, ganha mais importância e os dirigentes sabem perfeitamente disso. O time, ainda que não atue com seu elenco principal, tem obrigação de ganhar a Fares Lopes, até porque a sua receita em comparação a dos concorrentes é abissal e ocorreram investimentos específicos para essa competição. Vencendo, o Tricolor – que empatou na primeira partida da semifinal contra o Iguatu por 1 a 1 – garante vaga sem precisar do ranking nacional, que será calculado apenas depois do fim da temporada.
Além de não ficar de fora de uma competição nacional em que entram quase 100 clubes, as cotas da Copa do Brasil em 2018 serão triplicadas em relação a 2017, já que um novo contrato foi firmado com a Rede Globo. Para ser ter uma ideia, o campeão vai receber R$ 50 milhões e o vice, R$ 20 milhões.
É certo que ter garantido o acesso para a Série B garante – como já mostramos em textos anteriores – cerca de R$ 10 milhões a mais de receita diversas ao Fortaleza – cotas, mensalidades de sócios, rendas e possíveis patrocinadores, com a Caixa – e era o grande objetivo do ano, mas uma temporada precisa ser pensada para além disso e com o clube participando das principais competições nacionais.


FONTE:O POVO

FONE: 34121595 FIXO -  (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ 
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário