quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Saiba qual será o salário de Neymar no PSG

Neymar vai receber o maior salário do futebol mundial no Paris Saint-Germain. É isso que consta no contrato proposto pelos franceses ao camisa 11 do Barcelona. Além de receber um salário estratosférico, o brasileiro terá a chance de fechar uma série de contratos comerciais que o deixarão multimilionário.
 
De acordo com o jornal espanhol Sport , ele fechou um contrato de cinco anos e receberá 30 milhões de euros (aproximadamente R$ 111 milhões) livres de impostos por temporada. Um rendimento mensal de R$ 9,25 mi.
 
Além disso, o Paris lhe dará uma dezena de contratos milionários, avaliados em torno de 60 milhões de euros (aproximadamente R$ 222 milhões/ano) em acordos comerciais, para fechar contratos de patrocínio com diversas empresas do clube parisiense.
 
O salário oferecido é muito mais do que os 15 milhões de euros (R$ 55,5 milhões) que Neymar recebe hoje, e também muito acima do que ganham Messi (24 milhões de euros, ou R$ 88,8 milhões) e Cristiano Ronaldo (21 milhões de euros, R$ 77,7 milhões). No ano passado, a oferta dos franceses para Neymar foi de 25 milhões de euros (R$ 92,5 milhões).
 
O Barcelona colocou condições para a saída de Neymar. Na nota, a agremiação catalã pede que a multa da rescisão de contrato seja paga integralmente como condição para o atacante brasileiro deixar o clube.
 
Desta forma, o Barcelona confirma oficialmente a postura que seu presidente, Josep Maria Bartomeu, vinha demonstrando em entrevistas sobre o assunto. O clube é irredutível em relação a uma possível negociação com o PSG e só aceita a liberação mediante ao pagamento da multa integral de 222 milhões de euros (cerca de R$ 820 milhões).
 
Nas redes sociais, Messi se despediu do ex-companheiro de ataque. “Foi um grande prazer ter compartilhado todos esses anos com você, amigo Neymar”, escreveu no Instagram.


FONTE :; O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário