quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Palmeiras cai contra Barcelona nos penais e vê sonho acabar nas oitavas

Pela segunda temporada consecutiva, o sonho do Palmeiras na Copa Libertadores
durou pouco. Na noite desta quarta-feira, diante de mais de 38 mil torcedores no Estádio Palestra Itália, o Barcelona de Guaiaquil perdeu por 1 a 0 no tempo normal, mas ganhou por 5 a 4 nos pênaltis e eliminou o time brasileiro nas oitavas de final.
Com o sonho de conquistar o bicampeonato da Libertadores e participar do Mundial, o Palmeiras investiu pesado e contratou 14 reforços. Ainda assim, disputou apenas oito partidas pelo torneio continental. Na semifinal do Campeonato Paulista, caiu para a modesta Ponte Preta e, nas quartas da Copa do Brasil, deu adeus contra o Cruzeiro.
A 15 pontos do líder Corinthians no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem como meta terminar na zona de classificação à Copa Libertadores de 2018. Pela 20ª rodada do torneio nacional, às 16 horas deste domingo, o time comandado pelo técnico Cuca entra em campo para enfrentar o Vasco, no Raulino de Oliveira.
O Jogo – Saudado por sua torcida com um mosaico gigante, o Palmeiras tratou de tomar a iniciativa desde o começo, mas não conseguiu dar muito trabalho ao goleiro Banguera durante o primeiro tempo. Dudu, em cobrança de falta, e Deyverson, em uma cabeçada, levaram algum perigo.
Com a vantagem do empate, o Barcelona procurou ganhar tempo em cada bola parada, de cobranças de escanteio a tiros de meta. Na melhor chance do time visitante durante a etapa inicial, Castillo foi lançado pela direita e Jailson ficou no meio do caminho. O equatoriano cruzou e Caicedo, do lado oposto, mandou para fora.
Antes mesmos dos 40 minutos do primeiro tempo, parte da torcida chegou a pedir a entrada do meio-campista Moisés. Quem entrou, porém, foi o zagueiro Edu Dracena, já que o colombiano Yerry Mina precisou deixar a partida de maneira precoce por lesão.

Fique por dentro do mundo do esporte!

Receba alertas no seu computador das principais notícias do site
ATIVAR ALERTAS
No intervalo, Cuca trocou Roger Guedes por Moisés, deslocando Dudu para a ponta direita. A alteração funcionou, e o Palmeiras saiu na frente logo aos 5 minutos. Em um contra-ataque, Moisés lançou Dudu pela direita e correu. O camisa 10 recebeu de volta, limpou a marcação de Caicedo dentro da área e finalizou com categoria.
O Barcelona respondeu rápido e acertou a trave direita do goleiro Jailson em um chute rasteiro desferido por Álvez. Em um jogo franco no Palestra Itália, o Palmeiras carimbou o travessão do goleiro Banguera com Keno após cruzamento de Bruno Henrique.
Impossibilitado de seguir em campo por problemas físicos, Dudu acabou substituído por Guerra. A despeito de contar com mais um meia, o Palmeiras exagerou nos chutões da defesa e não conseguiu criar novas chances de gol. A exemplo do Barcelona, o que levou a decisão para os pênaltis.
Pelo Palmeiras, converteram Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés. Bruno Henrique desperdiçou. Pelo Barcelona, converteram Álvez, Oyola, Segundo Castillo e Caicedo. Diaz teve a chance de encerrar a disputa, mas parou em Jailson. Nos alternados, Ayovi marcou e Egídio perdeu. Assim, o time equatoriano ganhou por 5 a 4 e avançou às quartas de final.
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (4) x (5) 0 BARCELONA DE GUAIAQUIL

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 9 de agosto de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti (ARG)
Público: 38.310 pagantes
Renda: R$ 3.343.320,49
Cartões amarelos: Edu Dracena e Thiago Santos (PAL); Castillo, Oyola, Caicedo (BAR)
Gol:
PALMEIRAS: Moisés, aos 5 minutos do 2º Tempo. Nos pênaltis, Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés marcaram. Bruno Henrique e Egídio perderam.
BARCELONA: Nos pênaltis, Álvez, Oyola, Segundo Castillo, Caicedo e Ayovi marcaram. Diaz perdeu.

PALMEIRAS: Jailson; Tchê Tchê, Mina (Edu Dracena), Luan e Egídio; Thiago Santos e Bruno Henrique; Roger Guedes (Moisés), Dudu (Guerra) e Keno; Deyverson
Técnico: Cuca


BARCELONA: Banguera; Pineida (Valencia), Aimar, Velasco, Arreaga, Minda (Segundo Castillo), Oyola, Marcos Caicedo, Ayoví, Castillo (Diaz) e Álvez
Técnico: Guillermo Almada



FONTE :;GAZETA ESPORTIVA
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário