sexta-feira, 28 de julho de 2017

Guangzhou pode ser forçado a liberar Paulinho para o Barça


O Guangzhou Evergrande foi claro desde o princípio expressando que não quer vender Paulinho devido à briga na Chinese Super League e pelo sonho de vencer a Champions League Asiática e ir ao Mundial de Clubes.

No entanto, segundo informa o diário The Sun, da Inglaterra,
a Confederação Asiática de Futebol (AFC) deu um ultimato a 18 clubes chineses, 13 dos quais são da Super League, para que se desfazer das numerosas dívidas que têm com seus futebolistas.
No caso de não cumprimento dos pagamentos nos prazos estabelecidos pela organização, o meio explica que receberiam uma grande sanção, que poderia inclusive chegar a bloquear sua participação nas competições internacionais. Dentro do grupo de clubes alertados, se encontra o time no qual atua o craque brasileiro, uma situação que poderia abrir a porta de saída para uma mudança ao Camp Nou.
Vale lembrar que o Guangzhou recusou 25 milhões de euros do Barcelona e pede o valor da multa rescisória - 40 milhões de euros. O agente do meio-campista da Seleção Brasileira viajou à China para tentar diminuir a pedida dos asiáticos e chegar a um acordo por sua transferência. O clube catalão se mantém à espera do atleta considerado muito importante para o meio de campo.

FONTE :; MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário