segunda-feira, 10 de julho de 2017

Copete faz três, Santos vence e empurra São Paulo para vice-lanterna no 1º jogo sem Ceni

Jonathan Copete confirmou a fama de "carrasco" do São Paulo. Neste domingo, na Vila Belmiro, o colombiano marcou três vezes e comandou a vitória do Santos, por 3 a 2, que empurra
o rival para a vice-lanterna do Campeonato Brasileiro no primeiro jogo sem Rogério Ceni no comando.
O São Paulo ainda perdeu um pênalti, com Lucas Pratto, que acertou a trave do goleiro Vanderlei, aos 24 minutos do segundo tempo. Pouco depois, o jovem Shaylon, que saiu do banco, diminuiu; e já no fim o estreante Arboleda fez o segundo, sem tempo, contudo, para buscar a igualdade.
Antes disso, Copete deu seu show, com um hat-trick que o fez a chegar a impressionante marca de cinco gols em três clássicos contra a equipe tricolor - em 2016, anotou o tento da vitória por 1 a 0 no Pacaembu, enquanto em 2017, no Paulista, fez o de honra na derrota por 3 a 1.
Não dá para dizer que a atuação do São Paulo, comandado por Pintado neste domingo, à espera de Dorival Júnior, foi uma catástrofe completa, já que, até o momento do primeiro gol, o time jogava bem. No fim, ainda mostrou brio para fazer 3 a 2, mas, quando reagiu, já era tarde.
  • O brilho de Copete
Foi já no fim do primeiro tempo, aos 44 minutos, que o Santos inaugurou o marcador, após Renan Ribeiro dar rebote em finalização de Kayke. A bola sobrou mansa para Copete, que, com as redes livres, só empurrou para o gol. Na comemoração, o colombiano tirou a camisa e mostrou uma impressionante cicatriz na barriga, fruto de uma queimadura em acidente doméstico – recebeu amarelo no lance.
Em vantagem, o Santos já não encontrou as mesmas dificuldades na etapa complementar para ampliar o placar. Logo aos oito, um belo contra-ataque acabou em cruzamento de Kayke, que encontrou a cabeça de Copete. Finalização do colombiano no contrapé não deu chance a Renan Ribeiro.
O terceiro saiu aos 21, desta vez, após bela jogada pelo lado esquerdo. Jean Mota cruzou rasteiro, e Copete tocou com categoria para o fundo das redes, no que parecia garantir o triunfo santista. Houve tempo, contudo, para que Pratto perdesse um pênalti, e Shaylon e Arboleda diminuíssem.
  • O sofrimento tricolor
A derrota faz com que o São Paulo chegue a penúltima colocação do Campeonato Brasileiro, com apenas 11 pontos e só a frente do Atlético-GO, que tem sete. A distância para o Bahia, 16º lugar e primeiro time fora da zona de rebaixamento, porém, ainda é curta, de apenas um ponto.
A chance da equipe tricolor se reerguer, aliás, parece ideal, já que recebe o lanterna, no Morumbi, na próxima quinta-feira, às 19h30 (horário de Brasília). Foi no estádio que o São Paulo venceu pela última vez, há mais de um mês, em 8 de junho, contra o Vitória – hoje 17º colocado.
O Santos, por sua vez, volta a somar três pontos no Brasileiro após duas rodadas. Assim, a equipe chega aos 20 pontos e assume a quarta posição, passando o Palmeiras, que ficou com 19 - acima, o Grêmio é o terceiro, com 22; o Flamengo, segundo, com 23; e o Corinthians lidera com 32.
O próximo compromisso alvinegro, na 13ª rodada, é na quarta (19h30), contra o Atlético-MG, no Independência - Copete, suspenso pelo terceiro amarelo, será desfalque.
  • Ficha técnica
SANTOS 3 X 2 SÃO PAULO
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 9 de julho de 2017, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC-Fifa)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos de SP-Fifa)
Público: 10.322 torcedores
Renda: R$ 422.935,00
Cartão Amarelo: Copete, David Braz e Lucas Lima (Santos); Lucas Pratto, Lucas Fernandes e Júnior Tavares (São Paulo)
Gols: SANTOS: Jonathan Copete, aos 43 minutos do 1º tempo; aos 8, e aos 21 minutos do 2º tempo/SÃO PAULO: Shaylon, aos 30 minutos do 2º tempo, e Robert Arboleda, aos 41 minutos do 2º tempo
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Jean Mota; Thiago Maia, Renato (Leandro Donizete) e Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Arthur Gomes), Copete (Vladimir Hernández) e Kayke. Técnico: Levir Culpi
SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Buffarini (Wesley), Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Petros e Jonatan Gomez; Marcinho (Shaylon), Lucas Pratto e Denilson (Lucas Fernandes). Técnico: Pintado (interino)


FONTE :MSN

FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário