quinta-feira, 15 de junho de 2017

Na luta pela permanência na elite, Atlético-GO vence e afunda o Avaí

No duelo do campeão contra o vice da última edição do Campeonato Brasileiro da Série B, o Atlético-GO acabou se dando melhor. Em casa, no estádio Olímpico, em Goiânia, o Dragão foi
melhor e fez 3 a 1 no Avaí pela sétima rodada do Brasileirão da Série A. O resultado não tira o Atlético-GO da zona de rebaixamento, mas coloca a equipe na 17ª posição, agora com seis pontos, um a menos que o Atlético-MG, o primeiro fora do Z4 no momento. Já os catarinenses caem mais duas colocações na tabela e amargam penúltima colocação, em 19º, com cinco pontos.
A necessidade de vitória das duas equipes fez com que o jogo fosse agradável aos torcedores desde o seu início. Tanto o Dragão quanto o Avaí tinham lá suas precauções defensivas, mas não abdicavam de buscar o gol, na maior parte das vezes tentando aproveitar os espaços dados pelo adversário nos contra-ataques.
E na primeira jogada mais perigosa, os donos da casa abriram o placar com Jorginho. Andrigo recebeu boa bola pela direita, aprofundou e cruzou rasteiro. A defesa catarinense parou no intuito de deixar o ataque em posição de impedimento, mas errou na escolha e o Jorginho só teve o trabalho de escorar a bola para o fundo do gol.
Nada que abatesse o Avaí. Menos de dez minutos depois, Judson enfiou uma linda bola a Juan, que saiu na lateral para se infiltrar na área, como um “facão”, e, de primeira, tocou na saída do goleiro Felipe para deixar tudo igual.
A partida era lá e cá e aberta. Aos 28, Everaldo finalizou de longe e a bola raspou a trave. O grito ficou entalado na garganta da torcida no Olímpico. Mas o Avaí não se safaria por muito tempo. No último lance antes do intervalo, Leandri Silva derrubou Jorginho dentro da área e cometeu pênalti. Na cobrança, Everaldo, agora sim, balançou a rede e recolocou o Dragão na frente.
E se o Atlético-GO já estava um pouco melhor no confronto, essa diferença ficou ainda mais evidente no segundo tempo. Mesmo em vantagem, a equipe de Doriva sobrou na última metade do jogo. Foram pelo menos três chances claras de matar o jogo até os 20 minutos. O Avaí se segurava como podia.
Tanta pressão só deu resultado nos acréscimos da partida, e com mais um pênalti. Dessa vez o vilão foi Gustavo. E na cobrança, Everaldo de novo não perdoou e sacramentou a vitória do Dragão.
Na próxima rodada, o Atlético-GO fará mais um duelo em casa, no estádio Olímpico, contra um adversário direto na luta pela permanência na elite do futebol brasileiro. Sábado, às 16 horas, o Dragão receberá o Atlético-PR. Já o Avaí terá seu segundo desafio seguido fora de casa, também no sábado, mas às 19h, a equipe catarinense visitará o Vasco, em São Januário.
FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3 X 1 AVAÍ
Local: Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)

Data: 14 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Cartões amarelos: ATLÉTICO-GO: Andrigo, Luiz Fernando. 
AVAÍ: Judson, Luan, Capa, Betão, Gustavo.
GOLS:
ATLÉTICO-GO:
Jorginho, aos 16 minutos do 1T, e Everaldo, aos 47 do 1T e aos 46 minutos do 2T.
AVAÍ: Juan, aos 24 minutos do 1T
ATLÉTICO-GO: Felipe Garcia; André Castro, Eduardo Gabriel, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Igor, Silva, Breno Lopes (Diego Rosa), Jorginho (Everton Heleno) e Andrigo (Luiz Fernando); Everaldo
Técnico: Doriva
AVAÍ: Kozlinski; Leandro Silva, Alemão (Gustavo), Betão e Capa; Luan, Judson (Pedro Castro), Simião e Juan; Willians (Diego Tavares) e Romulo
Técnico: Claudinei Oliveira

FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário