sexta-feira, 5 de maio de 2017

Sem chance de prisão, Neymar e defesa celebram vitória na Justiça Espanhola

Neymar pôde celebrar a decisão judicial que saiu nesta quinta-feira (4) na Espanha. O juiz José De la Mata inocentou o craque do Barcelona, seus pais (Nadine e Neymar) e a empresa N&N Consultoria Esportival e Empresarial de uma
acusação de fraude e falsificação de contratos. A denúncia era movida pelo Ministério Público Espanhol a partir da acusação da DIS.
Há outra parte da acusação que teve novo capítulo também nesta quinta-feira. Eles são indiciados por corrupção entre particulares e terão que comparecer a uma audiência na Espanha. A data para o encontro não foi marcada, mas deve ocorrer ainda em 2017, entre setembro e outubro.
A Justiça Espanhola estipulou um prazo de cinco dias para que os três e a empresa desembolsem uma multa avaliada em 210 mil euros (R$ 723 mil na cotação atual). Este é o valor máximo para o caso de os quatro serem condenados.
Se o atleta, seus pais e a companhia forem considerados culpados, o dinheiro será entregue à Receita Federal Espanhola. Em caso de inocência, o montante é devolvido à família do craque.
O Ministério Público da Espanha solicitou dois anos de prisão e sanção de 10 milhões de euros ao atacante brasileiro. Altamiro Bezerra, CEO das empresas de Neymar, contudo, descarta a possibilidade de prisão do camisa 11 do Barcelona:
"A decisão de hoje foi uma vitória para o Neymar e a família dele, porque o juiz afastou a acusação de fraude. Manteve apenas a acusação de corrupção entre particulares. A condenação máxima para esse crime seria de dois anos, mas é o mesmo que aconteceu com o Mascherano e o Messi. Não se cumpre essa pena porque são réus primários. No nosso caso, o Neymar nunca se apropriou desse dinheiro, e os próprios Fiscos do Brasil e de Barcelona disseram que é salário, e ele já pagou imposto nisso", disse ao Globo Esporte.
"Por isso a gente está comemorando a decisão. Ele vai ter que aparecer lá para falar de corrupção entre particulares, mas já está defendido, pois os dois Fiscos disseram que é salário. Estamos muito confiantes", acrescentou.

FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário