quinta-feira, 25 de maio de 2017

Matheus Sávio decide, chora, Fla vence o Atlético-GO e vai às quartas da Copa do Brasil

Em uma atuação pouco inspirada, o Flamengo ainda assim
conseguiu se garantir nas quartas de final da Copa do Brasil. Depois de empatar sem gols na ida, o time carioca foi até o Serra Dourada e venceu o Atlético-GO, nesta quarta-feira, por 2 a 1, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil de 2017.
Guerrero abriu o placar aos 12 minutos de jogo. 15 minutos depois, Jorginho empatou para os goianos.

O gol da vitória do rubro-negro carioca veio aos 33 minutos do segundo tempo. Matheus Sávio cruzou a bola na área, ela não desviou em ninguém e foi direto, no canto do gol do adversário.

Criticado pela torcida, Matheus Sávio desabou no gramado e foi às lágrimas após o gol.
Com este resultado, o Flamengo avança às quartas de final e aguarda o sorteio a ser realizado pela CBF depois da definição dos oito classificados, no dia 31 de maio, para conhecer seu adversário.
O jogo
O Atlético-GO começou a partida no ataque, mas, antes dos dez minutos, sofreu uma baixa. O lateral direito Jonathan se lesionou e o técnico Marcelo Cabo queimou a primeira substituição, colocando Eduardo em campo.
Logo aos 12 minutos, o Flamengo marcou o primeiro gol. Após lançamento na área, Rodinei desviou de cabeça e Paolo Guerrero completou para a rede, colocando a equipe carioca na frente.
Só aos 17 minutos é que o time da casa conseguiu criar uma boa jogada de ataque. O atacante Everaldo chutou forte e obrigou Alex Muralha a fazer uma grande defesa para evitar o empate.
Como o Flamengo recuou, o Atlético-GO ganhou espaço para adiantar sua equipe e passar a pressionar em busca do gol do empate. Aos 26 minutos, Júnior Viçosa lançou Everaldo, que acertou a trave da equipe carioca.
A pressão continuou e, aos 27 minutos, a equipe goiana marcou o gol do empate. Após cobrança de lateral de Eduardo, Everaldo desviou e Jorginho entrou para cabecear e deixar tudo igual no marcador.
Depois da igualdade, o jogo caiu de ritmo, já que as duas equipes se preocupavam mais com a marcação do que com a criação de jogadas ofensivas. Mesmo assim, o Atlético-GO mostrava um pouco mais de agressividade do que o adversário. Como o resultado garantia a classificação, a equipe dirigida por Zé Ricardo não se arriscava.
Aos 40 minutos, Jorginho cruzou e Júnior Viçosa cabeceou com muito perigo para o gol de Alex Muralha. Logo depois, o goleiro do Flamengo fez boa defesa em outra conclusão de Viçosa.
Aos 46 minutos, Alex Muralha voltou a aparecer bem, defendendo em dois tempos uma cabeçada de Júnior Viçosa. Um minuto depois, o arqueiro salvou o Flamengo mais uma vez, espalmando para escanteio o chute de Luiz Fernando, no último lance importante do primeiro tempo.
Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo, e o Flamengo tentou retomar o controle da partida, mas o Atlético-GO seguiu aproveitando as falhas de marcação da equipe carioca para pressionar. Aos quatro minutos, Júnior Viçosa chutou com muito perigo, mas a bola saiu.
O Flamengo apareceu na área goiana aos oito minutos. Após cruzamento de Trauco, Réver cabeceou forte e Felipe fez boa defesa. A resposta da equipe goiana veio aos 12 minutos, quando Igor mandou a bomba e Alex Muralha teve que se esticar para fazer outra boa defesa.
Três minutos depois, o Atlético-GO criou outra boa chance, com um voleio que assustou o goleiro do Flamengo. Logo depois, foi a vez do zagueiro Roger Carvalho concluir com perigo.
A equipe da casa seguia pressionando, e o time da Gávea mostrava muita dificuldade para segurar a pressão do adversário e chegar na área defendida por Felipe. Para tentar melhorar o setor ofensivo, Zé Ricardo trocou Trauco por Mancuello, e, aos 23 minutos, Renê recebeu de Guerrero e chutou forte para defesa parcial de Felipe. O camisa 9 tentou aproveitar o rebote, mas o árbitro marcou impedimento do peruano.
Muito apagado, Rodinei acabou deixando a partida, substituído por Matheus Sávio. Aos 31 minutos, o Atlético-GO desperdiçou nova oportunidade. Jorginho fez bom lançamento para Júnior Viçosa, que bateu forte e encobriu o travessão.
Depois de desperdiçar tantas chances, o time goiano acabou sendo castigado. Aos 34 minutos, Matheus Sávio marcou o segundo gol do Flamengo. O atacante carioca chutou cruzado, a bola bateu em Marcão e enganou o goleiro Felipe. O árbitro deu o gol para o jogador do Rubro-Negro.
Com a classificação praticamente assegurada, o time carioca apenas administrou a vantagem até o final, enquanto o Atlético-GO desanimou depois de sofrer o segundo gol e entregou os pontos.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-GO 1 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 24 de maio de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP)
Cartões Amarelos: Marcão, Roger Carvalho(AG); Pará, Guerrero(Fla)
Gols: ATLÉTICO-GO: Jorginho, aos 27 minutos do primeiro tempo; FLAMENGO: Paolo Guerrero, aos 12 minutos do primeiro tempo e Matheus Sávio, aos 34 minutos do segundo tempo.

ATLÉTICO-GO: Felipe, Jonathan(Eduardo), Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, Luiz Fernando(João Pedro), Igor, Everaldo(Walterson) e Jorginho ; Júnior Viçosa. Técnico: Marcelo Cabo
FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Renê; Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Miguel Trauco(Mancuello), Ederson(Rômulo) e Rodinei(Matheus Sávio); Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo


FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário