segunda-feira, 8 de maio de 2017

Com muitas chances perdidas, Vitória empata sem gols com Bahia e é bicampeão baiano

 Vitória se sagrou bicampeão baiano, neste domingo após empatar sem gols com o Bahia no Barradão. O Rubro-Negro teve a melhor campanha na primeira fase,e
por isso teve a vantagem do empate nos jogos da final.
O primeiro confronto, realizado na última quarta-feira, também acabou empatado por 1 a 1.
  • Confusão antes da partida
O Bahia saiu da concentração cercado pela torcida, que não pode ir ao Barradão, pois os clássicos baianos são realizados com torcida única. Na chegada da delegação ao estádio, o ônibus do Bahia foi apedrejado. A polícia ainda teve que intervir quando um torcedor com a camisa do vitória apareceu carregando a filha vestida com o uniforme do Bahia.O primeiro começou com a equipe do Bahia criando as melhores oportunidades. Aos sete minutos Edigar Junio recebeu a bola na entrada da área, girou em cima da marcação e bateu rasteiro. A bola passou ao lado do gol de Fernando Miguel.
O Vitória, a partir dos 20 minutos, conseguiu controlar o jogo e durante o todo o primeiro tempo teve as chances mais claras de gol. Mesmo com a vantagem do empate a equipe buscou o ataque.
Aos 23 minutos Cleiton Xavier cobrou o escanteio e tentou fazer o gol olímpico. Jean espalmou e a bola sobra para Bruno Ramires que, sozinho, mandou por cima do gol. Seis minutos depois mais uma chance perdida. Em lançamento para David, Tiago não conseguiu afastar a bola, que sobrou para David. O atacante entrou sozinho na área, e chuta para fora.
A melhor chance do jogo foi do Vitória. Aos 33 minutos, Paulinho recebeu a bola na área, cortou a marcação e bateu forte. A bola bateu caprichosamente na trave.

No fim do primeiro tempo o Bahia tentou criar jogadas ofensivas. Aos 43 minutos, Zé Rafael chutou a bola da marca do pênalti, mas ela bateu nas costas do companheiro de equipe Edigar Junio.
Assim como o primeiro tempo, os 45 minutos finais foram de muitas chances para ambas as equipes. O Bahia começou melhor, e logo os três minutos Juninho cobrou falta na lateral, Fernando Miguel se antecipou a Edson, a bola quase entrou.
O Vitória respondeu aos nove minutos. Paulinho entrou na área e bateu com perigo, o goleiro Jean espalmou para linha de fundo.
Aos 46 do segundo tempo Diego Rosa cortou a marcação e bateu colocado. O goleiro Fernando Miguel fez importante defesa para o Vitória.
FICHA TÉCNICA
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)
Data: 07 de maio de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Público: 30.579 pessoas
Renda: R$ 422.561,00
Cartões amarelos: Kanu, André Lima, Bruno Ramires (Vitória), Lucas Fonseca (Bahia)
Cartão vermelho: Nenhum
Gols: Nenhum
VITÓRIA: Fernando; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Farias, Bruno Ramires (René) e Cleiton Xavier; Paulinho (Gabriel Xavier), David e André Lima (Rafaelson).Técnico: Wesley Carvalho
BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca (Jackson) e Armero; Juninho, Edson, Régis e Allione (Gustavo); Zé Rafael (Diego Rosa) e Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira

FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário