terça-feira, 30 de maio de 2017

Chapecoense vence o Avaí e alcança a liderança do Brasileiro

A Chapecoense é a nova líder do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira, no último jogo da terceira rodada, o
time dirigido por Vagner Mancini venceu o duelo regional com o Avaí por 2 a 0, na Arena Condá, e alcançou a ponta da tabela de classificação.
Com o resultado, a Chapecoense passou a somar os mesmos 7 pontos ganhos por Corinthians e Cruzeiro, mas leva vantagem no saldo de gols (um a mais). Já o Avaí tem apenas 1 ponto e figura na zona de rebaixamento.
Os dois times catarinenses voltarão a campo no próximo domingo. Às 19 horas, a Chapecoense defenderá a liderança contra o Cruzeiro, no Mineirão. Mais cedo, às 11 horas, o Avaí buscará a reabilitação contra o Sport, na Ressacada.
O jogo – Seis meses após a tragédia de Medellín, a Chapecoense foi a campo apoiada por sua torcida e tomou a iniciativa de atacar o Avaí, mais comedido em função de sua situação delicada na tabela.
Não demorou muito para a Chape abrir o placar. Aos 16 minutos, Luiz Antonio soltou o pé de longa distância e acertou travessão. Na sobra, Wellington Paulista recebeu a bola de Arthur e bateu cruzado, para dentro.
O Avaí até tentou se soltar a partir da desvantagem, mas esbarrou na falta de criatividade para envolver a rival, que voltou a crescer nos minutos finais do primeiro tempo.
Aos 37, após a defesa do Avaí afastar mal, Athur dominou, e a bola ficou com Reinaldo. O lateral esquerdo chutou rasteiro e com força para ampliar para os donos da casa antes do intervalo.
Tranquila com o que havia construído na etapa inicial, a Chapecoense trocou Wellington Paulista por Túlio de Melo no princípio da final. Pelo Avaí, o técnico Claudinei Oliveira respondeu com Diego Tavares na vaga do veterano Marquinhos. Depois, Lourenço substituiu Denilson.
O ritmo do jogo, então, caiu bastante, também em função da neblina em Chapecó. Com a visibilidade comprometida, a Chapecoense não precisou suar muito para inibir as investidas do Avaí e controlar a partida.
Nos minutos finais, houve tempo ainda para uma baixa de cada lado – Luiz Otávio foi expulso pela Chapecoense, enquanto Leandro Silva levou o cartão vermelho pelo Avaí. Para os torcedores da casa, pouco importava. A vitória que garantiu a liderança do Brasileiro foi festejada com gritos de “olé”.
FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 2 X 0 AVAÍ
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 29 de maio de 2017, segunda-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público total: 6.188 pessoas
Renda: R$ 115.800,00
Cartões amarelos: Arthur (Chapecoense); Leandro Silva (Avaí)
Cartões vermelhos: Luiz Otávio (Chapecoense); Leandro Silva (Avaí)
Gols: CHAPECOENSE: Wellington Paulista, aos 16, e Reinaldo, aos 37 minutos do segundo tempo
CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Victor Ramos, Luiz Otávio e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio e Seijas (Nenén); Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur (Niltinho)
Técnico: Vagner Mancini
AVAÍ: Kozlinski; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson (Lucas Otávio) e Marquinhos (Diego Tavares); Júnior Dutra, Romulo e Denilson (Lourenço)
Técnico: Claudinei Oliveira


FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário