quinta-feira, 27 de abril de 2017

Tricolor de Aço terá conselho gestor até o fim da temporada

Apesar de todo o pedido de desculpas por parte da atual gestão do Fortaleza e a promessa de que as coisas serão diferentes para a sequência da temporada, as coisas continuam difíceis pelos lados do Pici. Alguns atletas não devem permanecer no clube, falta dinheiro para poder sanar situações pendentes e, por isso, o comando diretivo no Tricolor de Aço será, pelo até o fim de 2017, descentralizado, ou seja, o presidente Jorge Mota seguirá normalmente como mandatário do clube, porém as decisões serão tomadas e definidas, a partir de agora, por um conselho gestor.
A opção do Leão é buscar navegar por águas mais tranquilas na disputa da Série C do Campeonato Brasileiro, quando buscará o tão desejado acesso. Além do atual presidente, se juntarão a ele mais dois membros, compondo um colegiado, entretanto os nomes ainda não foram escolhidos e só hoje, após uma nova reunião, é que deve o grupo deve ser definido. A ideia de se criar um conselho gestor partiu de um encontro realizado na última terça-feira, quando a cúpula executiva leonina, junto com o conselho deliberativo, escolheu tal caminho.

R$ 2 milhões
Reestruturar um clube de futebol custa caro, no caso do atual bicampeão cearense – mas que não disputará as finais em 2017 – os valores giram em torno de R$ 2 milhões, palavras de Renan Vieira, ex-presidente e que está cotado para assumir uma das vagas no conselho gestor. Segundo Renan, que demonstra preocupação com quem trará investidores, parceiros e, consequentemente, dinheiro ao clube, a “casa” ficaria em ordem momentaneamente com o valor já citado, que seria vital para arcar com vencimentos em atraso do elenco e de funcionários da entidade, questões trabalhistas, entre outras pendências e compromissos.

Felipe deve sair; Zé Carlos pode ser o próximo
O lateral-direito Felipe pode ter como destino o futebol português em breve, pelo menos é a conversa que se conta nas alamedas do Pici. O ala cearense de 23 anos, que chegou seus custos ao clube vindo do Maranguape, estaria negociando sua saída para o Paços de Ferreira, clube da primeira divisão lusitana, mas os valores da transação são mantidos em sigilo.

Felipe chegou a ser titular absoluto na primeira passagem de Marquinhos Santos pelo Leão, quando ganhou destaque principalmente na conquista do Campeonato Cearense e na campanha tricolor na Copa do Brasil, em 2016, quando eliminou ninguém menos que o Flamengo, com Felipe anotando um belo no jogo de ida, na Arena Castelão. Em 2017, o lateral convive com oscilações, amargando muitas vezes o banco de reservas.
Contratado como o grande reforço leonino em 2017, o centroavante Zé Carlos deve deixar o Fortaleza em breve. O experiente artilheiro desembarcou em solo cearense no início de fevereiro trazendo a esperança de ser o goleador que a torcida sonhada, e Zé do Gol, como é chamado, até balançou as redes seis vezes em 10 partidas. Porém, o investimento para ter o camisa 88 no elenco é alto.

FONTE - O ESTADO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário