sexta-feira, 14 de abril de 2017

SANTOS - Craque da Juventus, Dybala foi oferecido ao Santos, mas descartado por ser 'de Série B'

Para o jornal Corriere dello Sport, ele é "o novo Messi", conforme estampou em sua capa após a atuação de gala na vitória de 3 a 0
da Juventus sobre o Barcelona, na última quarta-feira, pelo confronto de ida das quartas de final da Champions League.
Aos 23 anos, Paulo Dybala ofuscou o trio MSN, balançou as redes duas vezes e decidiu o jogo. Em seguida, teve oficializada a renovação de seu contrato, estendido até 2022 e que fez o seu salário chegar a 7 milhões de euros. Em cinco temporadas, ele saltou da segunda divisão argentin
a para a Liga dos Campeões, mas poderia ter passado durante o caminho pelo Brasil.
Em 2011, Dybala teve o seu nome oferecido ao Santos quando ainda defendia o Instituto, seu primeiro clube.
Naquela altura, o atacante arrebentava após a sua estreia como profissional e fazia a modesta equipe cordobesa brigar ponto a ponto com o gigante River Plate na Série B local.
Antes mesmo do fim daquele ano, ele teve 100% de seus direitos econômicos comprados por um fundo de investimento inglês chamado Pencilhill Limited, representado pelo agente Gustavo Mascardi. A operação incluiu ainda outra promessa no pacote e teve um custo de 3,5 milhões de euros.
Juventus não perdeu nesta temporada em partida que Dybala marcou; Veja números
Com trânsito no mercado brasileiro após intermediar a vinda de D'Alessandro e outros, Mascardi, então, passou a discutir o futuro do atleta de então 18 anos recém-completos.
Dybala comemora gol pela Juventus na Série A italiana
© EFE/EPA/ALESSANDRO DI MARCO Dybala comemora gol pela Juventus na Série A italiana
O objetivo era fazer do Santos, em alta com o tri da Libertadores, um trampolim para a Europa.
O alvinegro praiano era tratado como uma vitrine sedutora para valorizá-lo ainda mais por abrigar Neymar, Paulo Henrique Ganso e companhia.
Conforme apurado pelo ESPN.com.br com partes envolvidas, o modelo do negócio não foi considerado atrativo pelos paulistas, que teriam direito a um percentual reduzido em uma eventual venda. Foi descartado também por sua experência se restringir tão somente à Segundona argentina.
Pouco depois, o Santos acabaria fechando com outra promessa vizinha: Patito Rodríguez, do Independiente.
Com 18 gols marcados, Dybala seria vendido ao Palermo por 6 milhões de euros ao fim da campanha que não resultou no acesso. Ele seguiu o mesmo caminho de compatriotas como Pastore e Vasquez e do uruguaio Cavani, que viraram apostas de sucesso.
Em 2015, foi contratado pela Juve por 32 milhões de euros. Desde então, foram 82 jogos pelo clube, com 39 gols marcados.


FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário