domingo, 16 de abril de 2017

'Que escutem em todo continente': Chape vence e conquista primeiro título pós-tragédia

Não é. Somente 137 dias depois do acidente aéreo que matou
quase todo o seu elenco e também parte de sua diretoria, a Chapecoense entrou em campo na Arena Condá, venceu o Joinville por 2 a 0 e, com uma campanha fantástica, assegurou o seu primeiro título após a tragédia na Colômbia. O time comandado por Vagner Mancini embalou na temporada e chegou a oito vitórias consecutivas.
Não se trata de qualquer conquista.
Ela é especial para a Chape. Não apenas por todo o seu passado recente, mas também por carregar o nome do maior presidente de sua história, Sandro Pallaoro, que batiza o troféu do segundo turno catarinense. Ele esteve entre as 71 vítimas do voo para a final da Copa Sul-Americana.
Para a maioria dos torcedores do clube, assegurá-la em sua sala de taças era mais do que obrigação e, não seria exagero dizer, mais importante, inclusive, que o título estadual.
Principal jogador da equipe em 2017, o lateral esquerdo Reinaldo foi premiado com o gol que abriu o caminho para o título e que, conforme se desenhava pelas ruas de Chapecó ao longo da semana, com uma rodada de antecedência.
Ao 33 minutos, ele lançou lateral na área e a defesa do Joinville se enrolou e pôs a mão na bola. O ex-são-paulino foi para a cobrança e bateu no canto esquerdo para marcar.

Na volta para o segundo tempo, aos cinco, Rossi fez grande jogada, deixou a marcação na saudade e acertou na trave. Os donos da casa seguiram pressionando, tiveram outras três excelentes chances, mas esbarraram na falta de pontaria.
Em tabelinha com Andrei Girotto, Tulio de Melo, que entrou no fim, recebeu na área e fechou a conta aos 38 da etapa final.
Foram 12.104 mil pessoas.

Com 22 pontos no segundo turno, seis a mais que o Joinville, segundo colocado, a Chape enfrentará o Avaí na decisão do Catarinense.



FONTE - MSN
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário