quarta-feira, 5 de abril de 2017

DECISÃO - Ferroviário cogita solicitar arbitragem de fora para jogo decisivo


O invalidação polêmica do primeiro gol do Ferroviário na primeira partida contra o Fortaleza
válida pelas semifinais do Campeonato Cearense pode ocasionar a
solicitação de arbitragem de fora para o terceiro e decisivo jogo entre as duas equipes, caso aconteça. Dirigentes do time coral estiveram na Federação Cearense de Futebol (FCF) nesta segunda-feira, 3, e comunicaram a intenção para a entidade.

O presidente do Ferroviário, Walmir Araújo, o presidente do Conselho Deliberativo, Aderson Maia e Emanuel Garcia, que é membro da diretoria do clube se reuniram com o vice-presidente da FCF, Eudes Bringel para tratar da arbitragem do jogo Ferroviário 2x0 Fortaleza. “Nós fomos lá para entender o que aconteceu, até para não ser injusto”, disse Aderson Maia. 

Após ouvir os argumentos da FCF, os três dirigente mantiveram a opinião de que a arbitragem foi prejudicial ao Ferroviário, citando os cartões, que foram mostrados apenas para o time coral e outros lances pontuais. 

Foi comunicado também que caso ocorra o terceiro jogo e a depender do andamento do segundo, o Ferroviário tem a intenção de pedir arbitragem de fora e consequentemente arcar com os valores. ''Estamos com esse pensamento. É um investimento alto, mas pensamos sim nisso'', assegurou o presidente do conselho deliberativo.

Pelo Regulamento Geral das Competições (RGC) da FCF, no artigo 65, parágrafo segundo, ''Poderá, mediante requerimento do clube disputante da partida, ser escalada arbitragem de fora dos quadros cearense (quarteto completo obrigatoriamente), cabendo à responsabilidade financeira (taxas, deslocamento, etc.) exclusivamente a entidade de prática que o requereu, além da taxa de R$ 10.000,00, a ser recolhida a tesouraria da FCF no ato do pedido, revertida em treinamento, formação e reciclagem de árbitros cearenses''

Veto 

O Ferroviário também deve entrar com uma representação contra o árbitro da partida, Magno Cordeiro, o assistente 1, Arnaldo Souza e o quarto árbitro, Alexandre Peixoto, pedindo que os três não sejam mais escalados para jogos do Ferroviário. 

Segundo Aderson Maia, o Ferroviário já havia solicitado anteriormente, inclusive, veto ao quarto árbitro da partida. ''A gente até já havia solicitado à FCF ano passado. Não queríamos a escalação dele, pois foi o mesmo que apitou Floresta 4x4 Ferroviário (pela Série B Cearense de 2016)''.


FCF

Em contato com o Esportes O POVO, a assessoria de imprensa da Federação Cearense negou que os dirigente do Ferroviário comunicaram da intenção de solicitar árbitro de fora à entidade e disse que a reunião tratou apenas das providências para o jogo de domingo, 9, entre Fortaleza e Ferroviário. 

FONTE - O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário