terça-feira, 7 de março de 2017

SÃO PAULO - Rodrigo Caio dá susto em treino, mas não preocupa para jogo contra o ABC

Rodrigo Caio São Paulo (Foto: Marcelo Hazan )
Rodrigo Caio deu um susto no treino do São Paulo desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. Ele deixou a atividade logo no início, depois de ficar com a perna presa no gramado em razão de um carrinho. A situação, para alívio de Rogério Ceni e da torcida, não preocupa. O zagueiro estará apto a enfrentar o ABC-RN, nesta quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil, às 19h30, no Morumbi.
Como o treino foi realizado sob chuva fraca,
porém continua, com gramado molhado, a comissão técnica optou por deixá-lo fora, sob observação. Rodrigo Caio é tão importante para o time que foi poupado contra o Santo André por estar pendurado. Assim, Ceni garantiu sua presença no clássico do próximo sábado, diante do Palmeiras, pelo Paulistão.
Na quarta, ele deverá atuar ao lado de Breno, já que o titular Maicon ainda se recupera de um entorse no tornozelo esquerdo.
Em campo, o treinador comandou trabalhos com atletas importantes, como Lucas Pratto, Wellington Nem e João Schmidt, que não jogaram ou tiveram poucos minutos em campo no último domingo. Aqueles mais desgastados fizeram atividades de recuperação física.
Primeiro, com duas traves posicionadas em diagonal uma da outra, dois times tinham que finalizar com o apoio de um terceiro, com jogadores espalhados pelas extremidades e que só podiam dar um toque na bola. 
Em seguida, Ceni voltou a organizar duelos entre duas equipes. Uma delas só podia ser marcada fora da área. Ou seja, se conseguisse infiltrar, ficaria cara a cara com o goleiro sem a defesa adversária. O outro time tinha duas traves, paralelas, pra atacar, mas recebia marcação o tempo todo.
O São Paulo fará o último treino antes de pegar o ABC nesta terça, às 16h, sem a presença de jornalistas.
COM INFORMAÇÕES DO G1

FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário