segunda-feira, 13 de março de 2017

COPA DO NORDESTE - Régis, Hernane e Jean: com trinca de ouro, Bahia goleia Moto e se classifica

O Bahia foi ao Maranhão, neste domingo, em busca de uma espécie de reabilitação: após
a eliminação precoce na Copa do Brasil, o Tricolor precisava vencer fora de casa para mudar a maré e, de quebra, se classificar às quartas do Nordestão. O Fortaleza já havia empatado com o Altos no sábado, o que dava à equipe baiana a necessidade de um triunfo simples para garantir vaga na próxima fase. A vitória veio, mas não foi das simples: 4 a 0 para o Bahia, com gols marcados Régis e Hernane, dois de cada um.   

A equipe baiana construiu o triunfo no primeiro tempo, quando marcou os três gols. Na segunda etapa, foi o momento de o Moto Club acordar e correr atrás do prejuízo, mas o goleiro Jean se mostrou seguro para impedir o empate sob a meta tricolor. E Régis tratou de meter o quarto gol para não deixar dúvidas sobre o triunfo.Com o resultado, o Esquadrão foi aos 11 pontos, líder isolado do Grupo B da Copa do Nordeste. O Moto, com dois pontos, segue na lanterna, sem chances de classificação. Na próxima rodada, o Bahia recebe o Fortaleza na Arena Fonte Nova, partida que será realizada no dia 22, às 21h45. No mesmo dia e horário, o Moto Club vai ao Piauí para enfrentar o Altos no estádio Lindolfo Monteiro.
Um tempo e três gols
O Bahia começou com uma postura diferente da vista diante do Paraná, na última quarta. A equipe baiana partiu para cima do Rubro-Negro, que demorou um pouco a se organizar, mas conseguiu montar uma boa postura defensiva no meio do primeiro tempo. Com Juninho e Allione em campo, o Tricolor teve melhor saída de bola e mais criatividade e deu trabalho ao goleiro Ruan.   
O primeiro gol saiu de uma cabeçada de Hernane, aos 26 do primeiro tempo, após um cruzamento certeiro de Armero – primeira assistência do colombiano na temporada. Seis minutos depois, foi o Brocador quem atuou como garçom: serviu Régis, que marcou o segundo. Aí o Moto se entregou. Meio perdido e desorganizado, o time assistiu à construção do terceiro tento adversário já no fim do primeiro tempo: Allione rolou para Hernane fazer o terceiro – e a dupla ainda perdeu uma boa chance de marcar o quarto instantes depois.   
Só Jean salva
Após o intervalo, o Moto voltou aceso e disposto a correr atrás. Mais organizada, a equipe maranhense tratou de marcar presença no campo de ataque, enquanto o Bahia recuava e tentava, sem sucesso, uma compactação. Uma segunda etapa de muito trabalho para o goleiro Jean, que emplacou uma sequência tensa de belas defesas e impediu o empate: duas cabeçadas de Tony Galego, uma de Chico Bala, chutes à queima-roupa e da intermediária. Mas, aos 35, Régis tratou de jogar um balde de água fria no ímpeto adversário: após passe de João Paulo, mandou um chute indefensável para fazer o quarto gol do Bahia.

FONTE -G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário