sábado, 25 de março de 2017

CLUBES - Clubes consultam MP-CE sobre venda de bebidas em estádios e vão buscar lei estadual para liberação

O Ministério Público Estadual (MP-CE), por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor) recebeu, na tarde desta sexta-feira, 24, representantes de
Ceará, Fortaleza, Ferroviário e Arena Castelão para discutir sobre a comercialização de bebidas alcoólicas em eventos de futebol, que hoje é proibida no Estado. Apesar de se tratar apenas de “uma conversa madura”, como disseram alguns dos presentes, os interessados na liberação da venda de bebidas nos estádios parecem ter achado um caminho para a liberação. 


Durante a reunião, os clubes expuseram seus argumentos e buscaram um posicionamento do MP sobre a proibição que hoje vigora nos estádios do Ceará. O entendimento foi que o órgão apenas fiscaliza a legislação federal, que é o Estatuto do Torcedor, mas não se posicionam a favor nem contra. 

“A reunião foi positiva porque fomos escutados. Não é um problema do Ministério Público, é um problema legislativo. O posicionamento deles é técnico em relação a isso”, comentou o diretor de publicidade e marketing do Ceará, Lavor Neto. A solução neste caso, segundo o diretor financeiro do Fortaleza, Gigliani Maia, seria tentar avançar com uma Lei Estadual. 

Estados como Bahia e Pernambuco comercializam bebidas alcoólicas dentro dos estádios hoje devido a leis aprovadas nas suas Assembleias Legislativas. 

Segundo o parágrafo II do artigo 13-A do Estatuto do Torcedor, os torcedores só podem entrar e permanecer no recinto esportivo se “não portar objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar a prática de atos de violência”. 

O Esportes O POVO fez diversas ligações para o Nudtor e promotor Francisco Xavier Barbosa, titular do órgão, mas nenhuma delas foi atendida.

FONTE - O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário