quinta-feira, 30 de março de 2017

CEARÁ - Magno Alves é o único atacante do Ceará que fez mais de um gol em 2017

A boa fase do atacante Magno Alves contrasta com o momento não tão bom que vivem seus companheiros de ataque no Ceará.
Aos 41 anos, o Camisa 11, que no último domingo marcou duas vezes,
na vitória por 3 a 1 sobre o Uniclinic, chegou aos 100 gols pelo Alvinegro e se tornou o 6º maior artilheiro da história do clube. É, disparadamente, o goleador do Vovô na temporada. Ao mesmo tempo que destaca o experiente atacante como referência ofensiva, a “Magnodependência” expõe um problema no setor.


Magno Alves é o único atacante do Ceará que marcou mais de um gol na temporada. Foram sete até aqui, concentrando 35% dos 20 gols que o time marcou no ano. O restante dos homens de frente balançaram as redes adversárias apenas uma vez cada.

Maxi Biancucchi, Victor Rangel, Lelê, Alex Amado, Rafinha e Rafael Costa, juntos, somam seis gols. Um a menos que o Magnata sozinho. Douglas Baggio, que já saiu do clube, também fez apenas um.

Não que o fato de concentrar os gols em um atacante seja maléfico. Afinal, qualquer time gostaria de ter um homem-gol. A questão é que, fora o Magnata, os outros atacantes não têm mostrado bom desempenho.

Mesmo quarentão, Magno é ainda o jogador de linha que mais atuou pelo Ceará este ano. Juntamente com o goleiro Éverson, ele entrou em campo em 13 dos 15 compromissos do Vovô em 2017. Mas, dificilmente, ele manterá o ritmo. Até aqui tem dado certo, pois, como já foi eliminado da Copa do Brasil e já realizou os três jogos da fase de grupos da Primeira Liga, o Vovô tem desfrutado de um calendário tranquilo, com apenas um jogo por semana, sem viagens longas.

Na Série B do Campeonato Brasileiro será diferente. O Alvinegro enfrentará uma maratona com treinos, viagens e jogos até duas vezes por semana.

A preocupação com o desempenho do setor é latente. Prova disso é que, para a Segundona, o Ceará já acertou com o atacante Roberto, ex-Criciúma, que está disputando o Campeonato Paulista pelo Novorizontino.

Mais que investir em bons reforços, é preciso que o Vovô encontre uma maneira de fazer render os atacantes que hoje estão no elenco. Assim será possível contar com um setor ofensivo realmente qualificado e equilibrado, com várias opções em condições de assumir o posto de fazedor de gols. Acrescentar isso à qualidade do Magnata é bom caminho para buscar os objetivos traçados para 2017.

FONTE - O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92026830 CLARO (88)9 -98602540  TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WAT SAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário