sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

FLAMENGO - Diego lamenta clássico fora do Maraca e revela dor com a situação do estádio

Diego treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Contratado pelo Flamengo em julho do ano passado, o meia Diego fará neste sábado seu primeiro clássico contra o Vasco, em Volta Redonda, pela semifinal da Taça Guanabara. O meio-campista lamentou que o principal estádio do Rio de Janeiro não esteja em condições de receber a partida. O jogador revelou sentir "dor no coração" quando vê imagens do palco da final das Copsa do Mundo de 1950 e 2014 abandonado.- Dói no meu coração, sinceramente, quando vejo aquelas fotos, pelo
que eu já vivi naquele estádio. Principalmente recentemente, já com a camisa do Flamengo. O Maracanã, as pessoas têm que entender, que faz parte do sonho das pessoas que se envolvem com futebol: do jogador, do torcedor, do repórter, de todos. Tem que ter essa sensiblidade com o Maracanã. Aquele garotinho que sonha em jogar futebol, você não pode tirar dele o direito dele de sonhar em jogar no Maracanã. Flamengo e Vasco, merecia ser no Maracanã - disse Diego, em entrevista para Roger Flores, no "Troca de Passes".
Revelado pelo Santos, Diego deixou a Vila Belmiro em 2004. Passou por Portugal, Alemanha, Espanha e Turquia, antes de voltar ao Brasil, no ano passado. Hoje, o meia acredita que está em casa no Flamengo e, com contrato até 2019, não pensa em sair novamente do Brasil.
- Estou em casa. A readaptação ao Brasil foi rápida. A recepção me ajudou muito, facilitou muito. Eu assinei um contrato de três anos. Sinceramente, não tenho ideia, não tenho o objetivo de sair do Flamengo. Não penso nisso. Terminando meu contrato com o Flamengo, eu vou estar em uma idade em que eu vou ter que reavaliar a minha carreira. Até lá, eu quero curtir intensamente tudo isso que eu tenho vivido, porque está sendo muito especial.
Em janeiro deste ano, no amistoso contra a Colômbia, Diego teve a oportunidade de voltar a vestir a camisa da seleção brasileira. A partida fez o jogador voltar a sonhar com uma Copa do Mundo. 
- Eu tive um pouco de cautela, no dia da minha apresentação, para falar de Seleção. Acho que nós temos que conquistar o direito, com o nosso futebol, até de falar em Seleção. Porque nós temos um grupo muito competitivo. Hoje, graças ao momento que eu vivo no Flamengo, depois de ter sido convocado, não tenho como negar que esse sonho de me firmar na seleção brasileira, de disputar uma Copa do Mundo está pulsando no meu coração, nos meus objetivos, no meu dia-a-dia.
Diego comentou ainda a grande contratação do Flamengo para 2017: Darío Conca. Os dois atuam na mesma posição. O argentino ainda se recupera de lesão e ainda não tem data para estrear. No entanto, 
- Depende muito de como o jogador vai se adaptar. A qualidade do Conca é indiscutível. O jogador diferenciado é sempre bem-vindo, independente da posição, basta ter o mínimo de consciência tática. Nesse momento, temos o Everton de um lado e o Mancu do outro. Temos velocidade de um lado, do outro técnica e posicionamento. É possível, temos uma expectativa muito boa, em relação ao Conca.
Mesmo com os reforços, Diego não espera que o Flamengo tenha uma temporada mais fácil em 2017.
- Não tem como esconder, a equipe vem evoluindo, manteve a base, fez contratações. Mas, quanto mais você aparece, mais você é visado. E passa a ser uma equipe a ser batida. A dificuldade, na minha opinião, nesta temporada vai ser maior, as outras equipes vão analisar mais, vão conhecer a nossa forma de jogar.

COM INFORMAÇÕES DO G1

FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário