sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

CEARÁ - Com ligamento do joelho rompido, Rafael Costa ficará fora do Ceará por até 8 meses

O que a forte imagem do momento do lance mostrou efetivamente foi comprovado.
Rafael Costa, aos 42 minutos do primeiro tempo na partida contra o Tiradentes, na última quarta-feira, no Castelão, rompeu o ligamento cruzado do joelho direito – além de comprometer parte do ligamento colateral – e ficará um bom tempo fora do futebol. O período de afastamento para esse tipo de contusão tem uma variação que depende muito das condições de recuperação do atleta, mas a previsão é entre seis e oito meses. A informação é de um dos médicos do Ceará, Joaquim Filho, já de posse do resultado do exame de imagem realizado no começo da tarde desta quinta-feira.
A contusão – o atleta tropeçou sozinho ao dar combate na saída de bola do adversário – chegou apenas 30 minutos após o atacante encerrar um doloroso jejum de sete meses sem balançar as redes, já que tinha marcado pela vez mais recente na vitória do Alvinegro sobre o Bahia por 1 a 0, no dia 2 de julho de 2016, encontro válido pela Série B do Campeonato Brasileiro.
Ao receber a notícia dos médicos, Rafael não conteve as lágrimas. O momento é bastante doloroso para o jogador de 29 anos que tinha a confiança da diretoria e do técnico Gilmar Dal Pozzo para colaborar na temporada. A ironia de ter ocorrido a contusão minutos após o começo de sua redenção também, naturalmente, abalou o jogador e em análise mais profunda, todo o clube que, como de hábito, dará o apoio como faz em casos similares.
Com o joelho muito inchado, serão necessárias várias sessões de fisioterapia até a inflamação regredir para então ele ser operado. Rafael Costa terá que ter muita paciência e serenidade a partir de agora. A cirurgia será realizada pelo médico Gustavo Pires, do Ceará, ainda sem data prevista.
COM INFORMAÇÕES O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário