segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

NÁUTICO - Erick passa a integrar profissional do Náutico, após ser destacar na Copinha

Erick Náutico (Foto: Arquivo Pessoal)
Artilheiro do Náutico na Copa São Paulo de Futebol Junior, com 4 gols, Erick tem motivos para comemorar, após a eliminação do clube na terceira rodada da competição. O atacante será integrado ao elenco profissional junto com mais três jogadores, nesta segunda-feira - o goleiro Sérgio, o zagueiro Feliphe Gabriel e o atacante Gerônimo. Aos 19 anos, ele tem história para contar: começou no Santos, passou pelo Cruzeiro e, no Náutico, pega três ônibus até chegar no CT alvirrubro. Agora, com a oportunidade no grupo principal, acredita que todo o esforço e ter participado da melhor campanha do Timbu na Copinha valeram a pena.

- Eu moro no bairro do Jardim Jordão, em Jaboatão dos Guararapes. De lá até o CT, pego três ônibus. O primeiro é o Barro/Prazeres, depois Barro/Macaxeira (BR-101) e, para encerrar, o Bola na Rede. Nisso, até chegar no treino, são cerca de 2hs. Foram uns dois anos assim, mas, olhando agora, vejo que valeu a pena. Cheguei no profissional e talvez essa rotina acabe, já que é bem provável que eu passe a morar lá no CT.

O dia a dia corrido não permitiu que o atleta seguisse a rotina comum para os jovens da sua idade. Os estudos, por exemplo, não puderam ser concluídos.

- Eu estudava na parte da manhã, mas só consegui até 2014, que foi quando subi para o Sub-20. Terminei no 2º ano do ensino médio. A rotina estava muito pesada e acabei tendo que parar.

Erick Náutico (Foto: Arquivo Pessoal)
Natural do Recife, a trajetória nos gramados não começou nos clubes da capital. A carreira iniciou depois de ser aprovado numa peneira do Santos e, por uma mudança na diretoria do Peixe, veio para o Timbu.
- Com 13 anos, jogava em um time aqui do bairro, na Escolinha do Bilu. Acabei tendo uma oportunidade em uma equipe de Prazeres. Lá, teve uma peneira para o Santos e fui aprovado. Fui para São Paulo, fiz outro teste na base do Santos e fiquei durante todo o ano de 2013. Acabei dispensado no fim do ano por conta de uma mudança da diretoria, aí voltei para Recife e consegui uma vaga no sub-17 do Náutico. Disputei minha primeira Copinha em 2014. Fui bem aqui e consegui um empréstimo para o Cruzeiro. Disputei a copinha de 2015 com eles, chegamos na semifinal, e depois retornei.

Agora, integrado ao profissional pela primeira vez, Erick se mostra cheio de expectativas. E faz um agradecimento especial ao técnico Márcio Galuppo.

- Queria agradecer muito ao professor Márcio Galuppo (técnico na copinha). Eu não fazia tantos gols na base e, com a chegada dele, passei a jogar em um esquema que me deu muita liberdade. Fui feliz e acabei sendo o artilheiro do Náutico na Copinha. A expectativa no profissional é a melhor possível. Espero que o professor Dado (Cavalcanti, treinador) tenha me observado e no dia a dia eu vá conseguindo oportunidades na equipe.

Erick Náutico (Foto: Arquivo Pessoal)Erick passou pela base de grandes clubes brasileiros antes de chegar ao Náutico (Foto: Arquivo Pessoal)


E Galuppo, conhecendo as características do atacante, afirma: se tiver paciência, vai se dar bem no profissional.
- O Erick é aquele antigo ponta-direita. Finaliza muito bem, corre por dentro e muito rápido. É difícil encontrar um atacante hoje em dia como ele. Ele é criativo, inteligente. Voltou mais maduro da Copinha e vem mantendo uma regularidade. Ele é versátil. Se ele tiver sequencia no profissional, entrar com calma e for ganhando cancha, pouco a pouco, vai se dar bem.


COM INFORMAÇÕES DO G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário