quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

CEARÁ - Ceará pretende enxugar em 25% folha salarial do elenco nesta temporada


O ano de 2017 promete uma temporada diferente ao Ceará. Pelo menos no quesito financeiro. Pela primeira vez nos últimos quatro anos o Vovô não disputará a Copa do Nordeste, principal competição regional do País e que tem sido importante reforço
aos cofres dos participantes no primeiro semestre. Por outro lado, estará na Primeira Liga, que pode compensar economicamente a ausência do Nordestão. De toda maneira, o Alvinegro inicia a temporada com uma readequação financeira em relação aos últimos anos.


O clube estipulou teto de R$ 50 mil para salários de atletas no Estadual, enquanto na Série B do Brasileiro o valor máximo determinado é de R$ 60 mil. A folha salarial do elenco, que em 2016 girava em torno de R$ 1 milhão, agora deverá ser fechada em cerca de R$ 750 mil, pelo menos no primeiro semestre.

Redução de 25% do orçamento destinado ao pagamento dos atletas.

“Todo clube do futebol brasileiro, até da Série A, repensou sua engenharia financeira para 2017. E no Ceará não é diferente. Isso é algo que já ocorreria, independente da ausência na Copa do Nordeste”, garantiu o vice-presidente, Raimundo Pinheiro.

Mas é inegável que a não participação no Nordestão — devido ao fato de não ter sido finalista do último Estadual — impacta no orçamento do clube. Estar fora da Copa do Nordeste significa deixar de faturar, no mínimo, R$ 1 milhão, considerando R$ 600 mil de cota de participação com rendas dos jogos da 1ª fase. Mas a chance desse valor subir seria alta, levando em conta que o Vovô sempre avançou de fase no torneio.

Já na Primeira Liga, a diretoria alvinegra projeta o recebimento de R$ 230 mil por jogo. Além disso, há também a verba por participação, por audiência e aumento de premiação caso avance às semifinais e finais.

Ao contrário da Copa do Nordeste, em que cada clube entra em campo seis vezes na fase inicial, na Primeira Liga é metade disso. Mas com maior impacto entre a torcida, é verdade. O Ceará está no grupo B. Visita América-MG e Grêmio e recebe o Flamengo no Castelão, o que deve compensar a renda que seria conseguida com os três jogos somados na 1ª fase do Nordestão como mandante.

A diretoria alvinegra garante que 2017 será um ano de pés no chão. De toda forma, não poderá abrir mão de investimentos para apagar os maus resultados da temporada passada.



COM INFORMAÇÕES DO O POVO
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário