quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

VITÓRIA - Sinval Vieira revela “presente de natal” frustrado e promete contratações

Rhayner; Vitória (Foto: Francisco Galvão/EC Vitória/ Divulgação)
Escolhido pelo novo presidente do Vitória para gerenciar o departamento de futebol, Sinval Vieira tinha planos de presentear a torcida rubro-negra com um antigo sonho de consumo. No entanto, o desejo foi frustrado pelo mercado asiático. Na última segunda-feira, após a eleição que aclamou Ivã de Almeida para comandar o Leão no triênio 2017-2019, Vieira
comentou que pretendia contratar o atacante Rhayner, que passou pelo clube em 2015 e estava na Ponte Preta. O jogador, contudo, foi para o futebol japonês.
- Sei que a ansiedade é normal. Mas as pessoas têm que entender que estamos assumindo em um período que não é dos melhores. Repito que dezembro é uma coisa burra para se ter uma eleição. Só na segunda quinzena de dezembro ter condição de correr para montar uma equipe. Jogadores que se destacaram em 2016 já foram contratados. Queria dar um presente para a torcida do Vitória que era Rhayner, todo mundo me pede, mas ele já foi para o Japão. Aqueles outros jogadores que a gente imaginava já foram contratados. Há clubes que se planejam no Brasil e contratam antes da competição acabar – disse Vieira.
Rhayner se tornou uma impossibilidade, mas o dirigente rubro-negro afirma que reforços deve chegar ao Vitória nos próximos dias. Ele não promete formar a equipe ideal para a pré-temporada, que começa no dia 9 de janeiro. A formação do elenco deve ocorrer durante a temporada 2017.
- Nós iremos fazer um time forte. Isso não há dúvida. Mas será com certeza uma coisa paulatina. Vamos começar com algumas contratações. Em dois dias informo o técnico. Outra coisa que nesse período não é fácil. Em dezembro não é possível formar uma grande equipe, não é mágica. Agora, não será desculpa sempre. Não vou dar desculpa de orçamento. Sei do orçamento que temos para enfrentar o clube do Sul. Teremos trabalho. Vamos fortalecer a base, que sempre foi a fábrica, forma de se equiparar ao Sul, formando grandes jogadores, trabalhando mais que os dirigentes do Sul. Assim vamos nos equiparar. Não adianta falar de orçamento a todo instante. Temos exemplos. A Chapecoense, o São Caetano fez anos atrás. Levava o ano todo observando e fazia grandes equipes. Isso que vamos fazer.
A pressa para definir alguns nomes é grande. E Sinval Vieira contou que tem sofrido com a ação de alguns empresários. Enquanto ele busca fechar contratos, os agentes de jogadores tentam atrasar uma definição para esperar por novas situações do mercado.
- Tem dois jogadores que estou pensando em desistir. Tem jogadores que tentam esgotar o mercado, quando veem que não tem mais proposta, caem para cá. Tem jogadores que dei prazo para os empresários. Os empresários, e isso é natural, dizem que vão ver. Isso é uma realidade. Estão esperando, que lá no Sul, Sudeste, ainda apareça oportunidade. SE não aparecer, caem para cá. Não ficarei refém de empresário ou jogador. E não vou contratar jogador por DVD. Se ver a quantidade de DVD que chegou nos últimos dias. Jamais contratarei por DVD. Jogador que a gente não conhece, não viu, que a gente não acredita, não virá – finalizou.


COM INFORMAÇÕES DO G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário