segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

VASCO - Tudo depende de Eurico: a um ano da eleição, grupos aguardam presidente

Eurico Miranda Vasco (Foto: Paulo Fernandes / Vasco)
No tabuleiro político do Vasco, as peças para a eleição de 2017, a ser realizada no início de novembro, começam a ser dispostas, mas ainda se mexem timidamente. Um movimento desencadeará o restante: a candidatura ou não do atual presidente Eurico Miranda. Tanto situação quanto oposição aguardam a definição do dirigente para começar a tomar medidas mais efetivas.A situação de saúde de Eurico definirá se ele irá se candidatar ou não. Na última semana, na coletiva em que
anunciou a saída do técnico Jorginho, o mandatário deixou claro que se encontra muito bem. Ele realizou sua última sessão de radioterapia há cerca de um mês, mas ainda se recupera. Entre aliados, o clima é de otimismo.
A avaliação é de que dois cenários bem distintos se apresentam, dependendo de Eurico. Se ele se candidatar, é franco favorito à reeleição. Caso não venha, a própria situação precisará se redesenhar, à espera de quem seria o nome apoiado pelo atual presidente.
- Eurico é o cimento que une toda a situação – definiu uma fonte.
O Casaca, um dos principais grupos políticos de apoio a Eurico, é um exemplo. A intenção é estar junto com o presidente, mas, caso ele não se candidate, há a possibilidade de se lançar um candidato próprio. De qualquer forma, o grupo espera maior participação numa próxima gestão, algo que aconteceu aquém do esperado na atual.
Oposição longe de chapa única
Cruzada Vasco (Foto: Reprodução)Cruzada prepara plano de governo como principal trunfo para a próxima eleição (Foto: Reprodução)
Quem mais se movimenta no momento é a oposição a Eurico. Reuniões têm sido organizados com frequência por Cruzada, Sempre Vasco e Identidade Vasco, às vezes envolvendo representantes de diferentes correntes. O ideal de uma chapa única é debatido, não está descartado, mas é distante – cada um dos grupos tem a ideia de lançar candidato. A Identidade Vasco pretende definir o nome até o fim de fevereiro, e Roberto Monteiro, derrotado na última eleição, é cotado.
A Cruzada, por exemplo, prepara o lançamento de um plano de governo, propõe reformulação do organograma do clube e fará reunião aberta nesta quinta-feira. O grupo pretende lançar um candidato, mas não descarta apoio a outra chapa, desde que haja consenso em relação ao programa.
Clima quente entre Brant e situação
Julio Brant candidato Vasco  (Foto: Raphael Zarko)Julio Brant, derrotado por Eurico em 2014, pode se candidatar de novo (Foto: Raphael Zarko)
Segundo colocado na última eleição, Julio Brant, do Sempre Vasco, ainda não definiu se virá como candidato. Seu nome, inclusive, sofre rejeição até em outros grupos de oposição, o que dificultaria uma composição.
Um dos principais críticos da gestão de Eurico Miranda, Brant, obviamente, não desperta simpatia na situação. 
O segundo vice-presidente geral do Vasco, Silvio Godói, afirmou que Julio ainda não pagou as mensalidades de sócio deste ano. O Sempre Vasco, porém, negou a informação e garantiu que Brant já fez o depósito em juízo.
Na partida contra o Ceará, pela última rodada da Série B, relatos dão conta que a confusão perto do camarote onde estavam dirigentes do Vasco começou após gritos a favor de membros do grupo Sempre Vasco e contra Eurico. Uma pequena prévia de um jogo que está começando e só terminará em novembro de 2017. 
COM INFORMAÇÕES G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário