terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SANTA CRUZ - Em temporada de altos e baixos, Grafite faz balanço do ano de 2016

Santa Cruz x Grêmio Grafite (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)
Acesso à Série A, campeão Pernambucano (com direito a ser eleito o Craque do Campeonato e Craque da Galera), campeão da Copa do Nordeste e atual vice artilheiro do Brasileirão, com 13 gols. As conquistas de Grafite desde que voltou ao Arruda não são poucas. O centroavante de 37 anos é o principal jogador de um Santa Cruz que viveu
o céu e o inferno no ano de 2016. Em entrevista ao Globo Esporte, fez uma avaliação da temporada.
Depois de 10 anos longe, o início do Santa Cruz na Série A não poderia ser melhor. Nos três primeiros jogos, duas vitórias e um empate. Foram 10 gols marcados, 6 só de Grafite. Mas, depois desse grande retorno à Primeira Divisão, o Tricolor começou a deixar às claras os pontos negativos da equipe.
- Chegou um tempo em que o Milton (Mendes) não conseguia mais tirar do grupo aquela chama, aquela vontade de vencer. A gente tomava um gol e se entregava muito fácil.
Matador, mesmo passando 15 jogos sem marcar um gol (mais de três meses), o camisa 23 conseguiu chegar na última rodada da Série A brigando pela artilharia da competição. Fred, dono do posto com 14 gols, chegou a passar “apenas” 39 dias sem balançar as redes (quatro rodadas). Para Grafite, caso consiga tomar a frente nessa disputa, o feito seria um alento para o Santa Cruz, que foi rebaixado faltando três rodadas para o fim do campeonato.
- É uma motivação a mais. É um alento pra mim, pro clube e para os jogadores, quem sabe conseguir essa artilharia.
E 2017, será de sequência no Arruda? Grafite tem contrato até o fim do próximo ano e sempre deixou claro o desejo de ficar, mas já revelou, em reportagem ao Globoesporte.com, que há, sim, a possibilidade de sair do Tricolor. Entretanto, o atacante espera o contato da diretoria para definir o futuro.
- Eu tenho contrato até o final do ano que vem. A gente não sabe ainda como vai ser. A diretoria vai se posicionar ainda se vai manter jogadores que têm o salário mais alto, como eu e outros jogadores. Eu sempre manifestei o meu desejo de ficar, mas isso depende do clube.
COM INFORMAÇÕES G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário