terça-feira, 22 de novembro de 2016

SÉRIE A - Corinthians vence, se aproxima do G-6 e afunda o Internacional em Itaquera

O Corinthians venceu o Internacional por 1 a 0 na noite desta segunda-feira, na arena de Itaquera, e se aproximou novamente do G-6, mantendo as esperanças de ir à Taça Libertadores da América de 2017. Com gol de pênalti,
convertido por Marlone no início do segundo tempo, o Timão complicou ainda mais a situação do Colorado, que viu a distância para o Vitória, primeiro time fora da zona de rebaixamento, aumentar para três pontos.

Se em 2007 um tropeço do Inter na última rodada do Brasileirão ajudou a rebaixar o Corinthians e foi motivo de festa para os gaúchos, desta vez a situação se inverteu. Com diversas faixas e objetos provocativos aos visitantes, a torcida alvinegra celebrou a má fase do adversário, em novo capítulo de uma rivalidade cada vez mais intensa. 
Na estreia do técnico Lisca, a equipe gaúcha saiu de campo com apenas cinco finalizações em 90 minutos de partida. O lance da penalidade máxima, que decidiu a partida a favor dos donos da casa, gerou reclamações por parte dos jogadores do Inter. A infração foi marcada em uma dividida pelo alto entre Ernando e Ángel Romero. 
Com 39 pontos, o Inter vive um drama a duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro. Além de vencer suas partidas, o Colorado precisará torcer contra o Vitória, que bateu o Figueirense no fim de semana e chegou a 42. A equipe de Lisca joga pra sobreviver diante do Cruzeiro, domingo, às 17h (horário de Brasília).
O Corinthians, que voltou a vencer após cinco partidas, quatro pelo Brasileiro, está com 54 pontos, agora a um do Botafogo, primeiro time na zona de classificação para a Libertadores. No sábado, às 21h, novamente em Itaquera, faz duelo direto pela vaga contra o Atlético-PR - que é o quinto, com 55 pontos. O jogo
Em sua primeira partida à frente do Internacional, Lisca decidiu adotar uma estratégia cautelosa. Passou toda a etapa inicial buscando a marcação na saída de bola do Corinthians, sem muito sucesso. Dominante desde os primeiros minutos, o Timão viu Danilo Fernandes, criado nas categorias de base do clube, salvar em chute cara a cara de Camacho. 
As saídas do Inter para o contra-ataque abriam espaços para os donos da casa, que tinham dificuldades para finalizar. Com quase 70% de posse de bola durante todo o primeiro tempo, o Corinthians apostava nas triangulações rápidas. Marlone chegou a assustar os colorados, em chute forte dentro da área, mas pecou pela falta de mira.  
Walter era mero espectador. O time gaúcho passou os 45 minutos iniciais sem chutar uma bola ao gol. A única vaga oportunidade do Inter foi em cruzamento de Vitinho, que desviou em Marlone e quase traiu o goleiro corintiano. Ao todo, foram seis chances criadas pelo Timão, contra nenhuma do Colorado - incluindo um pisão de Paulão em Fagner, dentro da área, lance que gerou reclamações do lado alvinegro. 
Lisca voltou do intervalo com Seijas na vaga de Vitinho, que sentiu uma lesão muscular. E as reclamações mudaram de lado. Antes de qualquer tentativa, o Inter tomou um banho de água fria: em lance questionável, o árbitro Rodolpho Toski Marques marcou pênalti de Ernando em Ángel Romero, após dividida pelo alto. Marlone bateu bem, alto, no canto esquerdo, para abrir o placar.
Com sérias dificuldades até mesmo para trocar passes curtos, o Inter não melhorou com a segunda alteração - entrada de Nico López na vaga de Eduardo Sasha. O Corinthians continuou pressionando, e teve chances para ampliar: primeiro, Marlone acertou a trave esquerda de Danilo Fernandes. Depois, Uendel desviou de cabeça, para grande defesa do goleiro colorado, que evitava um prejuízo maior. 
A última cartada de Lisca foi a entrada de Valdivia no lugar de Aylon. Mais ofensivo e já desesperado, o Inter teve em um chute perigoso de Nico López sua última chance de gol em Itaquera. Em vão. O Corinthians quase ampliou novamente com Léo Jabá, que entrou no lugar de Marlone, e Marquinhos Gabriel, mas Danilo fez novos milagres. O goleiro chegou a subir à área nos últimos lances de bola parada, sem sucesso. 


COM INFORMAÇÕES G1
FONE: 34121595 FIXO - (88) 9-92.026.830 CLARO (88) -98602540 9 TIM
JORNAL CENTRAL  QuUIXADÁ . NO  QUE É WATSAPP 88 - 9 - 96331144
POSTADA  POR GOMES SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário