domingo, 29 de maio de 2016

DELEGACIA DA MULHER - Ex-Ceará, Wescley é denunciado pela namorada por violência doméstica

O meia-atacante Wescley foi denunciado pela namorada, neste sábado, 28, por violência doméstica. Ana Beatriz Azevedo, de 20 anos, está grávida de três meses e prestou queixa na Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza (DDM). De acordo com informações do órgão, o jogador de futebol deverá receber notificação para responder sobre o caso no início da próxima semana. Procurado pela reportagem, o atleta, que se preparava para assinar contrato com o Ceará, não respondeu as ligações

Segundo relatou Beatriz ao Portal Esportes O POVO, o atleta a teria espancado durante a última madrugada após manifestar ciúmes. A estudante de Direito contou que Wescley havia pedido que ela deixasse todas as redes sociais, e flagrou-a acessando conta no Snapchat durante o final da noite. "Foi aí que ele trancou e me torturou até as 7 horas da manhã. Puxou meu cabelo, me deu socos na cara. A intenção era quebrar o meu queixo. Estou grávida de três meses e ele fez tudo isso por causa de ciúmes", detalhou.

Após sofrer as agressões, de acordo com a denúncia feita por Beatriz, o namorado ainda teria tentado forçá-la a ter relações sexuais. "Depois de tudo isso, ele me mandou tirar a roupa para fazer sexo. Além do espancamento, tentou me estuprar". A jovem chegou à delegacia sem partes do cabelo e marcas de agressão no rosto.

A universitária afirmou que mantém relacionamento com o jogador há um ano e quatro meses. Conheceram-se durante a passagem do jogador pelo Ceará, em 2015, e moram juntos desde então. No início deste ano, ela estava com Wescley em São Paulo. A cearense confessou que já havia sofrido com o comportamento violento do companheiro. Contudo, não o denunciou antes por "gostar dele e ter medo de ir até a delegacia". Mas, desta vez, Ana Beatriz se viu forçada a sair de casa e, com apoio de amigos próximos e familiares, foi até a Delegacia de Defesa da Mulher. "Esta foi uma noite para esquecer. Não poderia ficar calada".

Wescley encerrou contrato com a Ferroviária-SP no início de maio e estava em negociação com o Ceará. Na última semana, já realizava atividades físicas na sede do clube. Contudo, diante da acusação de violência contra a namorada, o Vovô garante que adotará a cautela necessária para analisar a situação. 

"O atleta ainda não assinou contrato com o clube. O Ceará não foi comunicado oficialmente sobre o caso e só poderá falar algo após conversar com o atleta", alertou o diretor de comunicação do Alvinegro, Alyson Oliveira. O gerente de futebol a agremiação, Carlos Kila, diz que as duas partes estavam "acordadas", mas que é preciso saber o teor da denúncia para depois comentar e agir. 

A reportagem tentou diversas vezes por telefone, durante a tarde deste sábado, contato com o meia Wescley. Contudo, o telefone esteve desligado. Perguntada sobre o paradeiro do namorado, Ana Beatriz informou que ele viajou com urgência para o Rio de Janeiro. 


POSTADA POR GOMES SILVEIRA
COM INFORMAÇÕES O POVO
EMAIL:CENTRALQUIXADA@GMAIL.COM
SUGESTÃO DE REPORTAGENS 88 9 - 98602540 Tim – 88 9 - 92026830 Claro – 88 9 - 34121595 Fixo .JORNAL CENTRAL QUIXADÁ. NO WHATS APP 88 - 9 - 96331144

Nenhum comentário:

Postar um comentário